Bem Estar dos Paulistas

Em uma tentativa de saber em que patamar se encontra o bem estar dos paulistas está sendo realizado, na grande São Paulo, uma pesquisa em torno de sua qualidade de vida e da moradia em casas ideais para o povo. Na verdade medir a qualidade de vida de uma população não é tarefa fácil, afinal este conceito pode adquirir nuances muito distinta e isso vai depender em muito dos valores da sociedade em questão.

Brasil

Brasil

A pesquisa

Idealizada pelo IRBEM (Indicadores de Referencia de Bem Estar no Município), esta pesquisa e uma solução inteligente que teve por intuito coletar dados da população a cerca do que seriam os seus parâmetros para avaliar a qualidade de vida que estava sendo questionada. Os resultados seguem para as prefeituras e subprefeituras como uma espécie de alerta de sua população sobre as questões de maior relevância, que na maioria das vezes não são vistas pelos detentores do poder. Os órgãos competentes do governo junto de sua Assessoria Técnica se utilizam de ferramentas ligadas a estatísticas, que não retratam a realidade da vida, especialmente em se tratando de uma cidade tão grande quanto é São Paulo. Oficialmente este tipo de avaliação ou levantamento é realizado com base no PIB (Produto Interno Bruto).

Brasileiros

Brasileiros

Sensibilidade

Ainda que se trate de uma pesquisa, a questão da sensibilidade deveria sim ser levada em consideração, afinal é praticamente impossível determinar a Qualidade de Vida e a comodidade nos condomínios e bairros de um povo sem perguntar ao mesmo, sobre a sua satisfação diante de suas condições de moradia, educação, saúde, lazer, transporte, segurança e tantos outros itens que não foram citados. O PIB é feito através de números e estatísticas e os anseios de uma população não se encontram expressos em estatísticas governamentais. Um bom exemplo disso foi a nota 6 atribuída a um distrito paulistano, no quesito segurança, em uma pesquisa veiculada no Datafolha, considerando como um bom resultado, mas ninguém foi ao local perguntar como se sentem os moradores que por lá circulam dia e noite.

Bem Estar dos Paulistas

Bem Estar dos Paulistas

Definindo qualidade

Esta questão de mensurar a qualidade de vida das cidades é realmente muito relativa, mas não há termômetro mais eficaz do que a sensação transmitida pelos moradores locais, às pessoas são o coração das cidades e cabe a elas responder a questões como esta. Além disso, ao mensurar a qualidade de vida de uma localidade com base no olhar de seus moradores há muito mais chance de ter uma noção exata das carências deste mesmo local, ou seja, com base neste levantamento será possível Priorizar as Necessidades Reais. Toda esta questão esta intimamente ligada ao conceito de cidadania, muito falado, mas pouco trabalhado pelos governantes, afinal é preciso ser um excelente administrador para ter coragem de lidar com um povo que realmente sabe exercer a sua cidadania de forma responsável e comprometida.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Dicas

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *