Pode Hipotecar Imóvel Financiado?

Usar um imóvel como garantia para empréstimos ou mesmo hipoteca-lo parece ser a solução para muitas pessoas que se encontram em dificuldades financeiras. No entanto, antes de dar início ao processo de obtenção de linhas de crédito a partir do seu imóvel é essencial compreender todos os riscos.

Dar um imóvel como garantia contribui para encontrar opções de linhas de crédito com juros mais baixos, no entanto, é essencial saber quais são as regras para não correr o risco de perder a sua propriedade por inadimplência. As hipotecas estão se tornando cada vez mais populares no Brasil, mas é importante que os brasileiros compreendam melhor as suas implicações. Continue lendo para entender mais sobre o tema.

O Peso da Garantia

Garantia e Hipoteca

Garantia e Hipoteca

 Há algumas modalidades de obtenção de crédito com a oferta de imóveis como garantia, entre elas está à hipoteca. Mas, você deve estar se perguntando por que tantas pessoas arriscam imóveis para ter acesso a crédito? A resposta para essa pergunta é simples, os juros das linhas de crédito com garantia são bem menores.

Linhas de crédito que não tem garantias têm taxas de juros exorbitantes que podem fazer com que o valor inicial da dívida seja quadruplicado. O crédito rotativo pode ter um juro de até 300% ao ano. Como não há garantias para o banco de que terá o capital de volta são aplicados juros mais elevados. Quanto mais arriscado for para a instituição financeira conceder o crédito mais elevados serão os juros.

A modalidade de empréstimo conhecida como “home equity” é uma das que tem menos juros, isso porque o tomador do crédito dá um imóvel como garantia. Caso a dívida não seja paga o banco poderá se apropriar do imóvel. As hipotecas são bastante populares nos Estados Unidos e estão se tornando cada vez mais solicitadas no Brasil.

O Que é Hipoteca?

Sua Casa Como Garantia

Sua Casa Como Garantia

 Basicamente a hipoteca é uma modalidade de crédito em que o tomador dá como garantia para a instituição financeira um imóvel. Dentre as modalidades de bens que podem ser hipotecados estão habitações, aeronaves e navios. Esse tipo de crédito é bastante comum nos Estados Unidos, mas ainda está se popularizando no Brasil.

Pode ser uma oportunidade para conseguir acesso a uma linha de crédito alta com taxas de juros mais baixas, no entanto, é necessário alertar que possui o risco de penhora do imóvel em caso de inadimplência. O tomador desse tipo de empréstimo deve estar ciente dos riscos antes de assinar o contrato.

É Uma Boa Oportunidade?

 O crédito com imóvel como garantia é uma boa oportunidade para quem necessita de crédito e não quer pagar taxas de juros de três dígitos. No entanto, é essencial ter certeza de que conseguirá pagar a dívida para não correr o risco de perder o seu imóvel. Se o tomador deseja o crédito somente para tapar buraco não deve partir para uma modalidade com imóvel de garantia. Há muitas chances de se enrolar e não conseguir efetuar o pagamento.

O número de parcelas não pagas que levam ao confisco varia de banco para banco, então antes de tomar a decisão é essencial ler com atenção as regras do contrato. Faça uma análise criteriosa das suas finanças antes de tomar a decisão. Fique atento também ao Custo Efetivo Total (CET), cálculo que considera todos os encargos, tributos e taxas envolvidos na contratação da linha. Você precisa saber exatamente quanto o empréstimo irá pesar no seu orçamento.

Prazos

 A modalidade de home equity se caracteriza por ser crédito concedido para finalidades variadas, mas que não incluem a compra de um segundo imóvel. Os prazos para quitar a dívida são variados, mas de maneira geral mais curtos, variam de dois a cinco anos. É possível conseguir até 50% do valor da propriedade como empréstimo.

Mercado de Títulos de Dívidas Imobiliárias

Divida Imobiliária

Divida Imobiliária

 O Brasil vem observando o crescimento do mercado secundário de títulos de dívidas imobiliárias, em que há a compra e a venda dos ativos entre investidores. A dívida do empréstimo pode ser comercializada no mercado secundário de renda fixa como qualquer outro recebível. Embora não seja comum entre os brasileiros é um tipo de negociação que vem crescendo.

A tendência é que nos próximos anos o mercado com garantia imobiliária se desenvolva. Por enquanto o risco ainda é mínimo nessa modalidade, no entanto, especialistas apontam que é possível que com o passar dos anos linhas de crédito com garantia imobiliária passem a ser ofertadas com mais facilidade para pessoas que não tem o perfil ideal.

Pode Hipotecar Imóvel Financiado?

 Sim, porém, é fundamental que o interessado nessa modalidade compreenda todos os riscos que estão envolvidos. Um imóvel financiado pode ser usado como garantia para obter um novo empréstimo, na prática seria como “hipotecar” um mesmo imóvel duas vezes. Esse tipo de operação possui suas próprias regras, depende do valor do imóvel e do tanto de crédito que de seja obter.

A soma das duas dívidas, a do financiamento e a do novo empréstimo, não pode ser superior a 90% do valor do imóvel. A concessão desse novo crédito deve ser feita pelo mesmo banco que financiou o imóvel. O prazo para quitar o pagamento do novo empréstimo não pode ultrapassar o tempo que ainda falta para que o financiamento seja pago. Os juros não podem ultrapassar os juros já contratados.

Em mercados mais desenvolvidos essa é uma prática comum, no entanto, em mercados como o brasileiro é necessário ter alguns cuidados para evitar o endividamento. Ressaltamos que é um risco grande para as famílias que tomam o empréstimo e também para a economia do país como um todo.

Opte por esse tipo de crédito somente em situações muito pontuais, ou seja, numa emergência de saúde ou algum gasto essencial não planejado. Lembre-se que é uma modalidade de crédito em que há o risco de perder a sua propriedade. Ainda que os processos de penhora sejam longos e desgastantes para os bancos são colocados em curso todos os dias.

Gostou de entender mais sobre a modalidade de hipoteca? Curta e compartilhe em suas redes sociais!

 

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Imóveis

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *