Como Tirar Espuma Expansiva de Vidro

Constituição Das Espumas Expansivas

O principal componente que funciona como uma base da composição das espumas expansivas é o poliuretano. O poliuretano é um polímero que é composto por várias cadeias orgânicas, ou seja, que possuem carbono, e que estão todas unidas através das chamadas ligações uretânicas.

O poliuretano, além de ser usado na constituição das espumas expansivas, também é muito encontrado em outros artigos, como fibras de maneira geral, tapetes, tintas e adesivos com alto fator de desempenho. O nome desse polímero foi dado pelo fato de que, além do nome das ligações que as compõe, as cadeias que foram citadas são formadas majoritariamente por uretano e carbamato.

Quem desenvolveu esse elemento foi o importante químico Otto Bayer, durante a época do início da Segunda Guerra Mundial. A principal intenção desse químico era desenvolver um componente que servisse como um possível substituto para a borracha.

Esse polímero é bastante versátil, e por esse motivo é possível encontrar diversas durezas e diversos pontos de densidade, já que isso é modificável conforme o monômero constituinte é alterado. Além disso, também é possível que se adicione alguns aditivos para mudar as propriedades que se encontram originalmente no poliuretano, podendo deixa-los mais quimicamente estáveis ou ainda mais resistentes a combustão, por exemplo.

Já o que diz respeito as propriedades mecânicas desse polímero, os principais fatores que influenciam são o seu formato geométrico e funcionalidade da molécula de maneira geral e é por isso que podem existir poliuretanos que são mas macios, mais rígidos ou mais flexíveis, tendo assim essas características modificadas pelo uso de catalisadores, que tem como função criar novas estruturas dentro da espuma.

Espuma Expansiva - Vonder

Espuma Expansiva – Vonder

As Aplicações Do Poliuretano

Como já foi dito acima, o poliuretano é um elemento muito versátil, mas o principal e mais frequente uso são nas espumas, que são inclusive o foco do artigo de hoje. Na maioria das vezes essa espuma pode ser encontrada camuflada em outros materiais, como em freezers e refrigeradores de modo geral, por exemplo, ou ainda entre paredes metálicas, já que essa espuma cumpre muito bem o papel de isolar termicamente.

Outro tipo de uso do poliuretano é na forma de verniz ou de algum outro tipo de revestimento para trabalhos feitos em madeira, deixando assim qualquer peça com um ótimo acabamento. Porém, o verniz a base de poliuretano não consegue penetrar na madeira totalmente, e por esse motivo, ele não consegue proporcionar tanto brilho ao material, como é o caso dos outros tipos de vernizes. Outro ponto que pode ser considerado negativo é que, quando submetido a altas temperaturas, materiais que contenham esse tipo de verniz podem acabar ficando com algumas marcas esbranquiçadas.

Poliuretano

Poliuretano

Existe ainda a aplicação do poliuretano em colas e adesivos, principalmente naqueles mais fortes que são utilizados em trabalhos de madeira, sendo que sua principal vantagem é o fato de ser bastante resistente a água. Além disso, esse material é ainda muito utilizado na montagem e na união de vidros na indústria automotiva – sendo esse o foco do artigo de hoje. O uso de espuma expansiva em vidros.

O poliuretano pode servir ainda para a fabricação de pneus que são mais firmes e rígidos, como é o caso por exemplo das rodinhas de skate, que necessitam ser mais fortes e ainda possuir uma maior resistência a abrasão. Esse material pode ainda ser encontrado na composição dos pneus de bicicletas ou ainda nos de cadeiras de rodas.

Já falando somente sobre a espuma, ela é muito utilizada no meio automotivo, como já foi dito, mas além da fixação dos vidros, ela também pode ser encontrada no interior dos carros, principalmente em itens de assentos, revestimento do teto e locais para apoiar os braços e a cabeça.

Os calçados também são itens que podem ter o poliuretano envolvido em sua confecção, principalmente os calçados femininos. Muitos preservativos também são feito desse material, que serve como uma alternativa ao látex, que é uma opção mais adequada para pessoas que tem alergia a ele, por exemplo.

O ramo mais técnico também não dispensa a utilização do poliuretano, sendo que ele já se tornou até conhecido como “plástico de engenharia”, sendo dessa maneira, altamente usado na indústria e na manufatura de maneira geral. Exemplos dessas aplicações são no revestimento de cilindros das prensas de papel em confecções, ou ainda nos mais variados tamboreadores das máquinas. O poliuretano é ainda fortemente usado nas plataformas de petróleo e nos mercados que envolvem a mineração, principalmente com o papel de proteger tubulações contra a abrasão.

A Espuma Expansiva

Como já foi brevemente apresentado anteriormente, a espuma expansiva é originalmente utilizada para se fixar batentes, janelas de ferro e / ou vidro, isolamento de diversos encanamentos e de saídas elétricas, entre muitas outras coisas, sendo assim, um artefato muito versátil. Além disso, a espuma é um material muito econômico, principalmente por ser bastante eficaz, já que contribui também na absorção de vibração e de sons, oferecendo um conforto bastante considerável. A espuma também tem uma capacidade excelente de aguentar fortes pressões e de não encolher, virando assim uma opção muito boa e útil para ventos, chuvas e poeiras, permitindo a utilização tanto em ambientes internos, quanto externos.

A aplicação da espuma não tem muitos segredos e pode ser feita de maneira simples, tendo apenas o cuidado de se limpar e higienizar adequadamente a superfície onde será aplicada antes. Também é importante deixa-la úmida e agitar bastante a embalagem do produto antes de utilizá-lo, mas sempre seguindo o que está escrito na embalagem e nas instruções. Outro ponto importante é esperar um dia completo para que aconteça a secagem do produto completa.

Como Tirar Espuma Expansiva De Vidro

Remover espuma expansiva pode ser um grande desafio, principalmente quando ela já está seca, e isso independe do material, mas também acontece com o vidro. O modo mais seguro de se fazer isso é utilizando produtos próprios para a remoção da espuma dos locais, e eles podem ser encontrados em lojas online, como o mercado livre, por exemplo, ou em lojas de construção e acabamento, como a Leroy Merlin. A partir disso deve se seguir corretamente as instruções da embalagem.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Dicas

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *