Como Construir Em Períodos De Chuva Intensa

A época das chuvas traz uma série de preocupações e dores de cabeça para as pessoas que estão realizando algum tipo de construção ou reforma, pois as chuvas tendem a atrapalhar o andamento das obras.

As pessoas que realizam construções e reformas na época de chuvas devem ser bastante pacientes e se prepararem para os atrasos no prazo inicial que fora estipulado, pois as chuvas tendem a paralisar os trabalhos e os trabalhadores acabam ficando sem produzir por alguns momentos, quando as chuvas ocorrem.

Como Construir Em Períodos De Chuva Intensa

Como Construir Em Períodos De Chuva Intensa

As chuvas atrapalham as obras quando as mesmas estão em seu começo. Uma vez que é na fase de fundação e terraplenagem, que são realizados os trabalhos de preparação do terreno para a construção, que as questões de declive (nível do terreno) e permeabilidade (capacidade de absorção de água) da área a ser construída mais influenciam o processo.

Outro problema que as chuvas tendem a trazer para construção é o maior gasto financeiro do que em momentos de estiagem (período sem chuva ou de seca), pois a chuva faz com que trabalhos estavam prontos e acaba estragando os materiais que não estavam protegidos de maneira adequada.

É interessante que obras que tenham alguma movimentação ou transformação não sejam iniciadas na época das chuvas, pois o trabalho fica mais complicado e perigoso, além de não ter o rendimento normal de produção.

Porém, quando a pessoa que está fazendo uma construção ou reforma, faz um planejamento consciente e adequado, e adota certas atitudes preventivas, evita assim que ocorram acidentes, danos a estrutura do imóvel que está sendo construído ou reformado, desperdícios, isto é, evita maiores prejuízos.

Fases Da Obra e a Relação Com a Chuva

Fases Da Obra e a Relação Com a Chuva

Fases Da Obra e a Relação Com a Chuva

Segue abaixo algumas fases das obras e a relação com a ação das chuvas:

  •  A Preparação Do Terreno

É a primeira fase da obra, nessa fase são realizadas as escavações, os aterros, as terraplenagens, a execução de estacas de concreto moldadas no local, etc. As chuvas atrapalham consideravelmente essa fase, pois colocam os equipamentos e os profissionais em risco. A solução para esse problema é a execução de um bom planejamento de construção, que coloque a obra para iniciar em épocas de estiagem, para que assim o cronograma da obra não fique atrasado;

  •  A Estrutura e a Alvenaria

Nessa fase, as atividades mais comuns são: corte e dobra de aço estrutural, a confecção e a montagem de vigas e pilares, a concretagem, o levantamento da alvenaria (interna e externa), etc. Essa fase é bastante atrapalhada pela chuva, pois o concreto perde resistência quando tem uma quantidade de água acentuada; a chuva atrapalha a execução da alvenaria, pois a argamassa perde a consistência e a resistência. Portanto, é necessário que seja verificada a previsão do tempo para que essas atividades sejam agendadas, e em caso de impossibilidade de execução por conta de chuvas constantes, o gerente da obra tem que ter a perspicácia de realocar o pessoal para tentar fazer a obra caminhar normalmente.

  • Instalações Prediais

Nessa fase as atividades mais comuns são as instalações de porta e janelas, a instalação de fios e cabos, a execução de tubulações hidráulicas e elétricas. Esses serviços são os menos afetados pela chuva, pois podem ser executados em áreas cobertas, só haverá algum problema se a instalação precisar ser feita em alguma área externa. Portanto, uma das formas de prevenção para execução desses serviços é buscar antecipar a colocação dos caixilhos e a execução dos telhados (siga a sequencia planejada para a execução das atividades, para que não ocorram problemas.)

  • Fachada e Áreas Externas

Nessa fase as atividades mais comuns são: aplicação de argamassa, revestimento da fachada, impermeabilização das lajes, etc. Essas atividades são praticamente impossíveis de serem realizadas debaixo de chuva. Por isso é importante analisar o planejamento e o cronograma das obras para que essas fases não aconteçam na época das chuvas.

Segurança e Saúde Em Obras De Construção

Nos períodos de chuva, as obras precisam tomar cuidados ainda maiores com relação a segurança dos trabalhadores.

Comprar o material de segurança básico (botas, capacetes, capas, etc.), é um investimento necessário, pois além de reduzir o risco de acidentes, o construtor estará oferecendo ao trabalhador as condições básicas para trabalhar em segurança e de forma adequada.

Outra preocupação para quem constrói em períodos chuvosos é a Dengue. As obras são locais propícios para a alocação e reprodução do mosquito. Por isso há a necessidade de tomar cuidados com entulhos e a água parada. Para reduzir os riscos de proliferação da doença é necessário que sejam limpas as bocas – de – lobo e estar atento aos momentos em que houver chuva para que sejam abertos caminhos para que a água escoe e proteja os materiais cobrindo-os com uma lona.

Dicas Úteis Para Quem Precisa Construir Em Períodos De Chuva

Segue abaixo algumas dicas para as pessoas que querem ou precisam construir em períodos chuvosos:

  1. Planeje a construção de qualquer empreendimento para os períodos do ano que não possuam chuvas (estiagem);
  2.  Evite realizar obras de terraplanagem, fundação e construção de telhados em períodos de chuva;
  3.  Caso tenha que concluir a fase de fundações (já tenha iniciado essa fase e começou a estação chuvosa), busque fazer ela o mais rápido possível. Use uma coberta plástica para proteger a área de escavação das fundações;
  4.  Faça caneletas no terreno para que a água seja escoada para a rua;
  5.  Construa um fosso para reunir a água da chuva e tenha uma bomba para retirar toda a água;
  6.  Crie um espaço, tipo um barracão, de alvenaria, com piso em concreto e coberto de telhas. Esse espaço servirá para guardar os materiais de forma adequada e irá proteger os operários na hora das chuvas;
  7.  Utilize na obra o concreto usinado, pois o mesmo possui uma secagem mais rápida;
  8.  Busque cobrir os tijolos de barro, no momento de chuva, com uma lona plástica para não danifica-los;
  9.  Guarde a areia em locais cercados por muretas, pois quando a areia não é guardada na época de chuvas, ela tende a escorrer com a água gerando uma perda em torno de 25% do material;
  10.  Guarde as barras de aço cobertas com uma lona plástica, isso evita a oxidação em caso de chuva;
  11.  Estoque cimento e cal sobre estrados de madeira e em um local coberto, para que sejam evitados os desperdícios;
  12.  Deixe a sua equipe de trabalhadores sempre utilizando os EPI´S (Equipamentos de Proteção Individual) como as botas, capas para chuvas e capacetes;
  13.  Busque manter os trabalhadores longe de arvores e da rede elétrica. É bom ressaltar que as arvores atraem os temidos raios;
  14.  Durante os períodos de chuva, direcione as atividades dos trabalhadores para os serviços internos como: acabamentos, instalação e tubulação elétrica e hidráulica, assentamento de portas e janelas e etc.;
  15.  Faça contrato de Empreitada com os trabalhadores. Divida a obra em fases, remunerando o trabalho conforme a obra evolua. Dessa maneira o contrato de empreitada diminui a improdutividade;
Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Construção

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *