Qual O Melhor Material Para Sofá?

História do Sofá

Sofá não é apenas um móvel da casa, mas sim um lugar que representa descanso. É onde passamos tempo sozinhos, com amigos ou familiares assistindo TV e conversando e onde desejamos estar depois de um longo dia cansativo de trabalho.

Os povos antigos como os Gregos e Romanos costumavam sentar-se em assentos feitos de bronze, madeira e pedra depois de um dia exaustivo de trabalho. Na era medieval não existiam salas como hoje em dia, mas cômodos, onde mesas eram colocadas ao redor da lareira e as pessoas se sentavam em bancos de madeira.

O sofá como forma decorativa e um lugar confortável para se sentar começou a ser utilizada no final do período Elizabetano (1558-1603) e foi sedo aprimorado com o passar dos séculos, sendo utilizados tapetes, tapeçaria e outros materiais usados no chão para cobrir o móvel.

Durante a renascença os valores da sociedade afetavam o que era produzido e consumido. A ideia de conforto por muito tempo era negativa e trazia uma prerrogativa anti cristã de que se deveria sofrer para chegar a Cristo. Quando esse pensamento começou a ser mudado novas formas de conforto passaram a ser introduzidas nas casas, incluindo móveis estofados.Com isso novos tipos de cômodos foram sendo criados.

O criador do sofá foi Lord Chesterfield, sua intenção era obter um móvel onde as pessoas poderiam sentar juntas sem amassar as roupas uma das outras.

Lord Chesterfield

Lord Chesterfield

Sua invenção era feito de couro com estofado de botões, um lugar para se apoiar os braços e igual altura, tanto n aparte de trás como na frente. Esse modelo de sofá é o que conhecemos e temo hoje em dia em nossas casas. Na França Luis XIV trazia a ideia de que os móveis deveriam ser confortáveis e fazer parte da decoração da casa, independentemente de questões religiosas e filosóficas da época. Luis XIV é um rei reconhecido por usar uma cerdeira almofadada, o que era algo diferente naquele tempo e a partir desse modelo, novas formas de sofá foram sendo criados na França de 1700.

Nos anos 1920, sofás feito de materiais ecológicos não eram tão aceitos até os anos 1960, quando o movimento de sustentabilidade começou a fazer mais sucesso, utilizando por exemplo móveis fabricados de bamboo, esse tipo de material é útil para preservar os recursos do planeta terra. Hoje em dia programas da televisão como Os Simpsons e Friends usam o sofá como forma visual de mostrar a conexão familiar e de amizade que este móvel pode trazer as pessoas. O sofá pode significar que você esta em casa que pode relaxar e estar com pessoas que ama, assistindo o programa favorito, o filme favorito ou simplesmente estando e conversando com família e amigos. Para escolher um bom sofá é importante checar a armação, alguns tipos de madeira são mais baratos, mas não duram muito tempo apenas 5 anos.  Madeiras mais caras geralmente são mais fortes e duram mais. Armações feitas de plásticos ou metal devem ser evitadas, elas podem entortar e quebrar.

Na hora de comprar um sofá ele precisa atender as necessidades do consumidor, ver quais são seus hábitos, se será um lugar onde passará muito tempo, se tem gatos, cachorros ou até mesmo crianças em casa. Por isso a lista abaixo traz 5 materiais de sofá e suas vantagens e desvantagens para uma melhor escolha de um móvel tão útil dentro dos lares das pessoas.

Tipos de Material Para Sofá

1) Tecido Natural: Os tecidos naturais podem ser do tipo; seda vegetal, seda, algodão, lã, polpa de madeira processada e linho. Esses tipos de materiais são uma boa escolha, pois as fibras naturais podem ter valores
diferentes e assim atendem famílias dos mais variados níveis sociais, sua tecelagem é forte e a durabilidade do móvel é maior, o revestimentos deste tipo de material geralmente não são alergênicos, pois algumas destas fibras são orgânicas certificadas, logo, são livres de produtos químicos sintéticos e corantes e para fins de decoração são encontrados em uma gama de tecidos, cores, estampas e padrões diferentes.

Tecido Natural

Tecido Natural

Algumas desvantagens deste tipo de material são: como a seda é um material delicado e considerado luxuoso, a limpeza deve ser feita por profissionais da área, as fibras naturais são mais delicadas e por isso tem que se ter um maior cuidado quando comparado com outros materiais sintéticos ou o couro, linho e algodão devem ser revestidos com produtos resistentes a manchas, pois eles tendem a sujar e enrugar, são materiais inflamáveis, por isso tem que se tomar cuidado ou então trata-los com retardadores de chama e por fim podem ser danificados devido a luz solar e a umidade.

2) Tecido Sintético: Os tecidos sintéticos podem ser de acrílico, polipropileno, nylon, poliéster, olefina, microfibra e acetato. Em relação ao preço eles podem chegar a metade em comparação a fibras naturais, sendo imitações destas, o olefin é um dos matérias sintéticos mais barato e forte entre todos, para quem gosta de animais de estimações, este tipo de estofado é mais resistente às suas garras, porém atraem pelos de gato, ao ser misturado com fibras naturais pode-se obter um tecido mais forte e são mais resistentes a desbotamento e manchas.

Há algumas desvantagens dos tecidos sintéticos, algumas manchas de óleo podem ser impossíveis de serem limpas, podem dar choques, pois geram eletricidade estática, fiapos e detritos que caem de roupas podem penetrar esses tipos de materiais, quando há muito movimento esses materiais estão sujeitos a raspões em sua superfície e o acetato pode desbotar e enrugar.

3) Materiais de couro: Os tipos de couro utilizado são de grãos partidos, grão superior, couro composto, camurça e pele de vaca. O couro não absorve cheiro, sendo que sua limpeza pode ser feita apenas com água e sabão, pode durar 4 vezes mais que outros tipos de tecidos para sofá e para decoração sua casa ficará mais agradável e sofisticada, encontra-se várias cores de couro já que é fácil fazer seu tingimento.

Apesar de sua limpeza ser fácil, óleos são rapidamente transferidos, fazendo com que sempre haja a necessidade de limpar o sofá, em lugares quentes o couro não é um boa opção já que ele pode se tornara pegajoso por
causa do calor, em caso de acidente e o sofá rasgar ou manchar o conserto pode ser difícil ou inexistente, os sofá feitos com couro de boa qualidade são extremamente caros e para reduzir os custos alguns fabricantes usam
diferentes tipos de couro na fabricação.

4) Materiais de couro sintético: A imitação de couro pode ser feita com poliuretano, microfibra de poliamida e PVC. Couro sintético é resistente a raios solares, há uma grande variedade e pode combinar com qualquer tipo de
decoração deixando sua casa sofisticada sem ter que pagar muito por isso e para as pessoas que apoiam os direitos dos animais esse tipo de material é ótimo já que não são feitos de peles.

Com o tempo os couros artificiais são facilmente desgastados, podem ser danificados com garras de animais, couros de PVC são mais difíceis de limpar e deixam o ambiente mais quente em comparação ao couro de poliuretano e couro sintético não contém propriedades hipoalergênicas.

5) Outros tipos de materiais: os sofás também podem ser feitos de colcha de retalhos, metálicos, tapete contornados, peles falsas, materiais elásticos e cânhamo. Esses tipos de sofás geralmente são exclusivos, reutilizam e reciclam materiais que poderiam ser jogados fora e custam menos já que não são estofados considerados comuns.

O material escolhido pode ser mais propenso a sujeira e manchas, seu animal de estimação não saberá que esta é um sofá único e se você não tiver habilidade para restaurar um sofá velho, um estofador poderá cobrar mais do
que você gastaria por um sofá novo.

Qual o Melhor Material Para Sofá?

Para não se cansar facilmente do seu sofá é recomendável que escolha tecidos de cores neutras e não muito fortes e que sejam mais fáceis de combinar com outros tipos de decoração da sala e para que não se enjoe facilmente do móvel. Tecidos de rica textura tendem a ser difícil o conserto e a limpeza, então é mais vantajosos um material liso.

Se o que deseja é um material com alta durabilidade é importante escolher tecidos resistentes como os de acrílicos mergulhados em solução ou poliéster misturado. Para quem tem animais em casa couro e microfibra é uma
boa escolha.

Na hora de escolher o sofá ideal para a sua sala é necessário levar alguns itens em consideração, sendo um dos principais o material de que o móvel é feito, isto é, o tecido de seu revestimento. Esse item corrobora não somente para a aparência do sofá como também para a sua funcionalidade, durabilidade e resistência.

Há tecidos com maior capacidade de retenção de calor, tecidos que sujam mais facilmente e outros que não combinam com uma casa com pets. Não há um tecido que possa ser nomeado como o perfeito para todos os sofás porque cada casa possui uma particularidade.

A melhor coisa a se fazer é conhecer o que cada material pode oferecer encontrando assim aquele que servirá com mais assertividade para as suas necessidades. Continue lendo e saiba mais sobre as opções que você encontra no mercado.

Conheça os Principais Tecidos Para Sofá

Abaixo listamos os principais tipos de tecido usados para revestimento de sofás e suas características principais. Dessa forma fica mais simples escolher o mais indicado para a sua sala.

Chenile

Antes do desenvolvimento do suede, o chenile, era o tecido favorito de grande parte das pessoas que estavam em busca de um sofá com boa durabilidade e resistência. Esse tecido é composto por fios de seda, algodão e lã. Normalmente os sofás com esse revestimento tem visual quadriculado ou em linhas devido à textura criada pelos vincos e textura.

Chenile

Chenile

Se você é alérgico não deve escolher um sofá de chenile para ter em casa, pois os vincos da textura apresentam a tendência de acumular pó excessivamente. Limpar sofás de chenile pode ser uma tarefa bastante complicada haja vista que acumulam poeira com facilidade e absorvem rapidamente líquidos (isso pode gerar manchas irreversíveis). Não é uma boa textura para quem tem pets, pois pode se tornar um acumulador de pelos e as unhas de gatos e cães podem causar desgastes rapidamente no tecido.

Suede

Suede Amassado

Suede Amassado

Um tecido para sofá quase perfeito, oferece maciez, conforto, textura aveludada, toque agradável, resistência, preço acessível e ampla variedade de cores. O ‘quase’ fica por conta da sua grande capacidade de absorção, assim fica manchado com facilidade. Pode não ser uma boa opção para quem tem crianças pequenas em casa.

Couro Sintético

Um excelente material de revestimento para sofá tanto por custar mais barato do que o couro natural como por não envolver a exploração animal. Basicamente existem três tipos de couros sintéticos para sofá: PU, Corino e Courvin. Eles se diferenciam entre si pelo conforto térmico que oferecem, durabilidade, textura e maleabilidade.

Esse material se caracteriza por ser impermeável, isso quer dizer que poucos líquidos são absorvidos por ele. Trata-se de um tecido de muita resistência pelo fato de não conter tramas aparentes, interessante para quem tem pets em casa. Limpar esse material é bem fácil, tudo o que você precisa é passar uma bucha com detergente neutro e na sequência um pano seco e macio.

Couro Sintético

Couro Sintético

Jacquard

Um tecido que faz muito sucesso para a forração de sofás, caracteriza-se pela grande diversidade de estampas e cores. Ideal para quem deseja fazer uma decoração mais viva para a sua sala. Como as tramas do jacquard são bem fechadas é bem fácil de limpá-lo, algo relevante de mencionar é que reduz as chances de acumular poeira e nem baixíssima absorção de líquidos.

Jacquard

Jacquard

O jacquard é um tecido muito resistente e com ótima durabilidade, perfeito para quem tem pets em casa. Porém, devemos dizer que o preço desse material pode fazer seu orçamento de móveis para a sala disparar. Comparativamente é mais caro que boa parte dos outros tecidos de sofá. É possível adicionar muita personalidade a uma decoração com um sofá com uma estampa diferenciada de jacquard.

Linho

Sofá de Linho

Sofá de Linho

Uma alternativa que alia beleza, resistência e certa facilidade para a sua limpeza. Esse tecido antialérgico é mais facilmente limpo em comparação com o suede e chenile. Não é totalmente impermeável, mas absorve menos líquidos do que outros tecidos de revestimento para sofá.

O linho conta com tramas aparentes que lhe dão um visual esteticamente moderno, possui um acabamento impecável. Porém, esse é mais um tecido de sofá que eleva o valor do orçamento. Prepare-se para gastar um pouco mais ao fazer essa escolha. É bem fácil encontrar opções de sofás em estilo clássico de linho, sua decoração com certeza vai ficar mais elegante.

Sarja

Uma opção mais em conta para quem deseja um sofá mais resistente e com bom conforto térmico. No entanto, esse material pode conferir ao móvel um aspecto mais ‘pesado’ e uma textura áspera. Por ser um tecido que não acumula poeira é relativamente simples de limpar, mas atenção que ele absorve líquidos facilmente. Um material que permite apostar em modelos de sofá mais confortáveis para relaxar.

Tafetá

Sofá de Tafetá

Sofá de Tafetá

Esse é um tecido bastante semelhante à seda, porém, é mais grosso. Um revestimento que abre um amplo leque de possibilidades para ter um sofá único na sua sala, pode ser encontrado em várias cores e estampas. Uma possibilidade interessante é ter um sofá com estampa tropical nesse tecido para deixar sua sala mais colorida e animada.

Tweed

Sofá de Tweed

Sofá de Tweed

Bastante indicado para regiões mais frias, pois é um tecido para sofá mais encorpado. Tem grande resistência e durabilidade, no entanto, por ser um tecido nobre custa um pouco mais.

O grande charme desse tecido está na forma como as suas fibras se mesclam dando origem a uma padronagem especial. Combina com uma decoração mais clássica. Se for inseri-lo num contexto mais moderno deixe o sofá como o elemento destoante.

Veludo

Um tecido que quando usado como revestimento de sofá enriquece automaticamente o ambiente. Possui toque macio e agradável sendo consagrado como algo diferenciado para a decoração. Para quem tem pets como cães e gatos não é uma boa opção porque tende a evidenciar com facilidade o acúmulo de pelos. Uma solução é apostar em veludos de tons mais claros nesse caso. Fica interessante quando o sofá de veludo é inserido num ambiente com estilo retrô.

Gostou de saber mais sobre opções de materiais de sofás? Curta e compartilhe!

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Móveis

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *