Como Organizar um Quarto das Crianças

Muitas pessoas aceitam a condição de que nunca será possível se eliminar toda a bagunça das crianças, principalmente no quarto. E com isto as chaves para se resolver este tipo de problema são a paciência, a criatividade e também as estratégias especiais.

Por parte dos pais, é interessante se dar o exemplo, manter o quarto sempre arrumado, demonstrando entusiasmo pela tarefa de organização da sua casa e do seu quarto principalmente, desta forma as crianças poderão se contagiar.

Procure ainda eliminar roupas e brinquedos que costumam não ser utilizados, procure tirar tudo do armário e das gavetas selecionando o que serve e poderá ser dispensado. Se por acaso não tiver certeza do que caberá ou não procure pedir para que a criança prove as roupas, e pergunte se ela gosta ou não das roupas, se você ver a necessidade é interessante dar as roupas de presente para alguém.

Ter lugares em casa para cada coisa, e providenciar recipientes diversos para cada coisa é algo bastante importante.

Dicas para organizar o quarto garantindo um sono tranquilo das crianças

Primeiramente Procure testar o Colchão

Quando for comprar um novo, leve o seu filho junto, a partir do segundo ano de idade, ele irá precisar testar. Procure perguntar para o vendedor que alternativas são recomendáveis tanto para o tamanho como o peso da criança. O quadril da criança e o ombro deverá afundar um pouco. Quando ele levantar, o colchão deverá voltar ao seu formato original em segundos. Um modelo que é interessante é aquele mais durinho. Os que tem as chamadas pillow-top, tem um sistema de molas e uma camada de espuma, devendo ser confortáveis porém não fazem diferenças significativas para elas, que tem pouco peso e são bastante pequenas. O que possui apenas mola, deverá ter uma boa distribuição da mesma, sendo flexível. Para que se possa arejar o colchão procure tirar a roupa de cama, deixando que eles possam tomar ar a cada sete dias.

Travesseiros mais Finos

Para as crianças procure ter travesseiros indicados como hipoalergênicos, como por exemplo os com espuma de poliuretano, e viscoelástico. Procure fazer o teste de maciez, e a cabeça de seu filho não poderá afundar na espuma, por este motivo o travesseiro deverá preencher apenas o espaço entre a cabeça e o ombro. Por este motivo ele deverá ser fino. Para que possam arejar, procure tirar a roupa de cama por uma manhã. Os travesseiros deverão ser lavados, pelo mínimo a cada seis meses com água e sabão neutros. Os modelos que contarem com furos por exemplo, são bastante indicados para crianças com refluxo. Procure evitar os travesseiros que possuem ervas ou essências, pois a sua transpiração do corpo poderá facilitar a proliferação de fungos. E as crianças como possuem sistema imunológico bastante frágil, poderão desencadear com seu cheiro alergias, os bebês por exemplo, não precisam utilizar travesseiros.

Berços Seguros

Berços Seguros

Berços Seguros

Procure se certificar de que o espaço entre as grades do bebê são pequenos o suficiente para a cabeça do bebê não passar por ali. Até o sétimo mês de vida o berço poderá sim ficar elevado, desta forma fica muito mais fácil para se colocar e tirar o seu filho lá de dentro. Depois deste período procure ter cuidado, a criança já irá conseguir ficar em pé sozinha, e as grades precisam estar em altura máxima, que deverão ser pelo menos no percoço da criança. Procure ainda tirar o protetor de berço, se ele for grande ou durinho, poderá ainda servir de calço. Se comprar modelos com rodinhas, procure utilizar os que tem travas para não correr o risco do seu berço poder sair do lugar. A posição do bebê dormir, vale lembrar é sempre de barriga para cima.

Procure Apostar na Minicama

Depois do terceiro ano de idade da criança, seu filho tem de sair do berço. A minicama é boa para que aconteça esta adaptação, ela deverá ter uma altura equivalente a 50 e 80 centímetros e você ainda poderá reforçar a segurança contando com almofadas ou mesmo um edredom ao lado, no chão ou com grades, alguns modelos são inclusive vendidos com elas. Quando for comprar uma cama, procure ficar atento as gavetas, seu filho certamente irá querer as abrir e poderá acabar prendendo um dedo.

Utilizar Pijamas Confortáveis

Procure sempre pensar na praticidade, prefira sempre por macacões com botões, o que devem ser mais fáceis de trocar a fralda á noite, sem se correr o risco de acordar a criança. Seu filho deverá dormir quentinho sempre, as crianças pequenas facilmente se descobrem, por este motivo é interessante cuidar isto. Quanto mais folgada e simples for esta roupa, será melhor. Procure em seguida escolher um bom tamanho maior para o pijama. Os pijamas mais justos poderão ser desconfortáveis para a criança relaxar. Alguns modelos de gola, estilo camisa, poderão incomodar, você deverá os lavar pelo menos uma vez por semana. Se por acaso tiver um bebê de até um ano, deverá lavar a cada dois dias pois eles transpiram bastante.

Roupas de Cama a Serem Utilizadas

O melhor tecido a ser utilizado nas roupas de cama é o algodão, por este motivo procure escolher a estampa que ele mais goste. É sucesso garantido, e não dispersa de forma alguma a atenção. Quem sabe não ajude até mesmo com que ele vá para a cama? Para conseguir cobrir a criança, procure utilizar um edredom. Nada de utilizar cobertores de lã, ou mesmo com pelos, que juntam muito pó e podem dar alergias. Se por acaso seu filho transpirar muito, procure também lavar pelo menos uma vez por mês. Se suja, é para lavar na hora, os protetores de berço deverão ser lavados a cada 15 dias.

Esqueça a Televisão

Esqueça a Televisão

Esqueça a Televisão

É ideal que estes aparelhos não estejam no quarto com seu filho, estímulos visuais e sonoros que ela emite deverão afugentar o sono da criança, além de ainda causar a agitação noturna e pesadelos. Se não tiver jeito de a tirar de lá, procure estabelecer dias e horários para a utilização.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Dicas

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *