Como o Vácuo Conserva os Alimentos?

O Vácuo – Atmosfera Modificada

O conceito de vácuo para a química e a física pode ser explicado como a ausência de matéria numa determinada região do espaço. Na natureza não é possível que exista o vácuo perfeito mesmo que aconteçam situações que chegam bem próximas dele como o espaço, por exemplo.

Quando o conceito de vácuo chega a cozinha das nossas casas quer dizer conservar alimentos através da coleta e supressão dos gases que estão nos espaços livres da embalagem, ou seja, o espaço que não é ocupado pelo alimento. Basicamente o processo de conservação a vácuo consiste numa atmosfera modificada.

Para que o vácuo seja realmente eficaz e essa condição se mantenha é essencial que a embalagem seja devidamente selada. O mais importante é que o alimento não tenha contato com o ar.

Evitando o Contato Com o Ar

Todo e qualquer objeto que entra em contato com o ar está sujeito a passar por alterações principalmente quando esse objeto é um alimento. Perceba que alimentos que ficam em contato com o ar e a umidade acabam desenvolvendo mofo e também passam a ficar contaminados com micro-organismos.

As consequências disso são a perda do sabor original, do aroma e até mesmo modificações na cor original desses alimentos. Para evitar que os alimentos estraguem e que percam as suas principais características é necessário conservá-los.

Entre os sistemas de conservação mais eficazes estão o congelamento, a refrigeração e liofilização que consiste em conservar os alimentos através de condições especiais de umidade e temperatura, porém, isso tem um custo relativamente alto. O objetivo desses mecanismos de conservação é evitar que aconteçam as alterações causadas pelo contato com o ar e a umidade.

Alimentos

Alimentos

Conservantes e Aditivos

Além dos sistemas que citamos acima é possível fazer a conservação dos alimentos através do uso de conservantes e aditivos. Essas substâncias têm a capacidade de parar a deterioração em algum grau. Porém, essas substâncias podem acabar causando a descaracterização dos alimentos e de suas principais características físico-químicas.

Os conservantes e aditivos podem alterar o sabor, a cor, a textura e até os efeitos a longo prazo que esses alimentos terão no organismo. Por isso a maioria das pessoas procura por alimentos que estejam frescos ou mesmo que tenham passado por algum processo de conservação e dessa forma estejam livres de aditivos e conservantes.

O Vácuo Para Conservar Alimentos

O vácuo (atmosfera modificada) promove a conservação dos alimentos através da supressão do oxigênio. A conservação dos alimentos é feita sem o uso de aditivos ou conservantes químicos. O período de conservação do alimento é consideravelmente aumentado com o uso do vácuo.

Para se ter uma ideia o vácuo pode ajudar a preservar os alimentos a partir de 3 vezes mais do que seria conservado em circunstâncias convencionais. O sabor é mantido conservado, o seu aroma, cor e até mesmo os seus nutrientes são mantidos intactos. É possível ter alimentos conservados sem que haja os efeitos nocivos dos conservantes químicos para o organismo.

Alimentos Que Respiram e Alimentos Que Não Respiram

Os alimentos podem ser divididos basicamente em dois grupos, aqueles que respiram e aqueles que não respiram. Confira abaixo a diferença entre eles.

Os Alimentos Que Respiram

Basicamente alimentos como vegetais e frutas respiram, mesmo depois que são colhidos. Independentemente de estarem processados ou frescos esse tipo de alimentos consome oxigênio e produzem gás carbônico. Para garantir a sua conservação esses alimentos devem contar com uma concentração de oxigênio abaixo de 8% e a concentração de gás carbônico deve estar necessariamente acima de 1%.

Alimentos Que Não Respiram

Dentre os alimentos que não respiram estão carnes, massas, aves, peixes, entre outros. O objetivo de embalar esse tipo de alimento a vácuo é inibir a proliferação de atividade microbiana bem como conter o ganho ou de água. Os alimentos que tem muita água na sua composição podem através da perda dela ter a sua textura modificada e ainda sofrer alteração no seu peso. Geralmente, quando acontece essa perda de água o alimento fica com uma aparência bem comprometida.

Repare que quando alguns alimentos perdem água na sua composição acabam ficando menos crocantes, a sua cor muda e pode começar a surgir o aparecimento de micróbios. Há também que se falar sobre os alimentos secos que ficam sensíveis a processos como a oxidação como biscoitos, por exemplo.

Carnes

Carnes

Nesses casos o mais indicado é proteger os alimentos da luz para que a gordura não passe pela oxidação o que dá origem a rancificação do alimento.

Motivos Para Conservar Alimentos a Vácuo

Até aqui percebemos como é importante manter os alimentos fora do contato do ar e da umidade. Uma das formas de conservar os alimentos é através do uso do vácuo, saiba porque essa é uma das melhores escolhas que você pode fazer para manter os seus alimentos sempre fresquinhos:

Vida Útil

A conservação através do vácuo ajuda a prolongar a vida útil dos alimentos além de tornar mais fácil estocá-los.

Sem Conservantes

O uso do vácuo ajuda a evitar o uso de aditivos ou conservantes químicos que podem a longo prazo representar um problema para o organismo.

Economia

A partir do momento que você tem uma forma prática e segura para conservar os alimentos pode comprá-los em maior quantidade economizando. Basta ter uma seladora à vácuo em casa para conservar os seus alimentos por muito mais tempo.

Facilidade

Além de tudo isso é muito fácil utilizar as seladoras à vácuo em casa. As seladoras podem ter tamanhos e formas diferenciados, tudo depende do fabricante. Com a ajuda dessas máquinas e com saquinhos é possível conservar os alimentos fechando-os hermeticamente até o momento de utilizá-los. Basicamente o alimento é colocado dentro do saquinho e a seladora puxa todo o ar do interior do mesmo e em seguida fecha o pacote.

Higiene

Outro motivo bem importante para conservar os seus alimentos à vácuo é a higiene, pois o vácuo ou atmosfera modificada ajuda a prevenir o surgimento de mofo, bactérias e outros micro-organismos. Além disso, não há a dispersão de odores quando você abre a embalagem. Saiba que mesmo no freezer um alimento pode ser contaminado por micro-organismos.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Dicas

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *