O Que Significa Espuma D23?

Você sabia que o ser humano passa um terço da vida dormindo? Com essa informação é fácil entender porque há grande esforço para desenvolver novas tecnologias para tornar esse período mais agradável. O fabrico de colchões é um dos processos que mais se tornou tecnológico com o passar do tempo.

Há uma grande diversidade de tipos de colchão de acordo com a sua densidade e finalidade. A escolha de um colchão deve considerar esses fatores diferenciais que foram sendo criados para atender as demandas de diferentes perfis de consumidores. Continue lendo para entender o que significa a densidade de identificação dos colchões e como escolher o mais indicado para você.

Densidades de Colchões de Espuma

Você já deve ter percebido que colchões de espuma são vendidos com especificação de densidade, mas talvez não saiba o que isso quer dizer. As densidades distintas foram criadas para atender a diferentes biótipos e entendimentos de conforto. Cada uma das densidades refere-se à quantidade de carga que o colchão é capaz de suportar sem deformar mantendo a sua elasticidade. As densidades mais utilizadas são a D28, D33 e D45.

O Que Significa Espuma D23?

A densidade indica o quanto de matéria-prima foi empregada para o fabrico da espuma. Logo um colchão de espuma D23 indica que há 23 kg de matéria-prima em cada metro cúbico de espuma para o peso máximo de 50 kg distribuídos sobre o mesmo. Seguindo essa lógica temos que o colchão de espuma D28 tem 28 kg de matéria-prima para cada metro cúbico de espuma suportando até 70 kg.

Por sua vez um colchão D33 tem 33 kg de matéria-prima para cada metro cúbico de espuma sendo indicado para alguém com até 90 kg. O colchão D45 tem 45 kg de matéria-prima por metro cúbico e suporta até 130 kg. Deve ficar claro que a indicação de peso máximo refere-se à distribuição do mesmo pelo colchão todo e não a sua concentração numa única parte.

Espuma D23

Espuma D23

Espumas de Qualidades Diferentes

Há opções de colchões com espumas de qualidades diferentes, dessa forma é possível encontrar um colchão de uma determinada densidade que suporta uma carga menor de peso máximo e por isso tem um preço mais em conta. Esse tipo de colchão é indicado para situações de uso esporádico como colchões para visitas ou para casas de praia, por exemplo. Não é indicado usar um colchão com espumas inferiores no dia a dia.

Como Escolher Colchões de Casal?

O ideal é optar pela densidade indicada para o cônjuge de maior peso, pois para ele será necessário uma densidade maior. Usar colchões com densidade acima do necessário para seu peso pode ser positivo uma vez que prolonga a vida útil da peça não levando o a trabalhar com o máximo da espuma.

Diferentes Densidades Para Diferentes Tamanhos e Pesos

Colchão de Casal

Colchão de Casal

Os pais devem ter muito cuidado ao escolher os colchões para seus filhos, não é recomendado usar a densidade no limite de peso. A seguir daremos dicas da melhor densidade para cada faixa de peso.

– Recém-Nascidos de Até 15 kg

Para recém-nascidos é indicado o uso de colchões D18 e D20 até que cheguem a 15 kg.

– Colchões Para Crianças de Até 30 kg

Para essa faixa de peso é interessante usar um colchão D23.

– Colchões Para Crianças de Até 50 kg

Para crianças com até 50 kg a indicação é o colchão D28.

– Colchões Para Adolescentes e Adultos de Até 80 kg

Indica-se nesse caso colchões D33 que oferece firmeza, mas com maciez.

– Colchões Para Adolescentes, Adultos ou Casais de Até 130 kg

Recomenda-se nesse caso o D45 que tem conforto e firmeza extra sem perder o toque de maciez.

Atenção

Talvez você ache que o colchão de espuma novo é muito duro, antes do uso é normal que a peça seja mais dura, contudo, irá amaciando conforme for utilizado.

Colchões Com Espuma Viscoelástica (NASA)

A espuma viscoelástica é conhecida como NASA porque sua tecnologia foi criada para poltronas de foguetes da agência espacial norte-americana. Trata-se de uma das principais tecnologias de espumas e tem como característica mais marcante ser automassageadora. A espuma faz menos pressão sobre o seu corpo reduzindo então a pressão de resposta.

A espuma viscoelástica se molda ao corpo tornando a circulação sanguínea melhor no período de sono, dificilmente você terá formigamentos enquanto dorme num colchão com essa espuma. O sono ganha muito em qualidade com essa opção de colchão. Além disso, esse colchão tem alta sensibilidade à temperatura, basta tocar o corpo para se adequar.

Colchões de Espuma de Látex

O látex é uma excelente opção de matéria-prima para o fabrico de colchões de espuma, possui elevada resiliência retornando ao seu estado natural mesmo depois de passar por pressão. É bastante flexível não mantendo deformações e ainda se trata de um material hipoalérgico que evita a proliferação de ácaros, bactérias e fungos. Oferece conforto anatômico ajudando a prevenir dores musculares ou dores na coluna.

Colchão Com Estrutura Ortopédica de Madeira

Colchão Com Estrutura Ortopédica de Madeira

Colchão Com Estrutura Ortopédica de Madeira

Esses colchões tem em sua parte interna uma estrutura que é uma caixa de madeira revestida com espuma. O revestimento pode ser composto por espumas de densidades variadas como D28, D33 e D45. A espessura pode variar entre 3 cm e 8 cm, quanto maior a espessura da espuma mais macio o colchão será e quanto menor a espessura mais firme a peça será. Há produtos com custo e benefícios diferentes no mercado, os mais baratos são aqueles com densidade da espuma e espessura inferior.

Os usuários dos colchões ortopédicos precisam ser acostumados com colchões mais rígidos. Não é indicado para alguém que nunca experimentou e sempre usou colchões convencionais, pois irá gerar um grande estranhamento inicial. Há casos em que o uso do colchão ortopédico é uma recomendação médica para ajudar a reduzir os impactos de algum problema físico. Para quem vai começar a usar esse tipo de colchão indicamos paciência para se adaptar, o organismo leva um tempo para se acostumar. Pode ser um pouco estranho no começo dormir num colchão tão rígido quanto um colchão ortopédico.

Gostou de saber mais sobre colchões e densidades de espumas? Curta e compartilhe em suas redes sociais!

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Imóveis

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *