Como Fazer Uma Lareira De Concreto

Durante o inverno nada chama mais atenção que uma casa bem quente e aconchegante, algo que pode ser alcançado com um item de decoração super funcional, que apesar de não ser tão comum no Brasil, é uma ótima opção para as residências: a lareira.

Existem outras formas de aquecer um ambiente, no entanto, a lareira é muito charmosa e chama atenção pela forma com que ela consegue transformar a decoração do ambiente.

Esse item é bem interessante, existindo inúmeros modelos disponíveis no mercado, sendo possível encontrar o que mais combina com o estilo dos moradores e o ambiente onde ela será instalada.

Muita gente acha que as lareiras são apenas aquelas de alvenaria, no entanto, há opções bem diferentes, como lareiras portáteis e opções que são aquecidas a gás, e com as inovações da tecnologia, existem modelos que podem ser controladas por um controle remoto.

Caso você não queira investir comprando uma lareira, pode escolher construir uma em casa, personalizando ela como desejar e ainda economizando bastante! Confira uma opção abaixo:

Como Fazer Uma Lareira De Concreto: Modelo Portátil

Para fazer uma lareira de concreto em casa serão necessários alguns materiais: o cimento, água, pedra, molde que você desejar, pesos, tinta da sua preferência para a finalização, espátula e recipiente para misturar o concreto, lixas para auxiliar na finalização.

A lareira feita em casa com concreto é uma lareira portátil, um modelo bem vantajoso, já que ela pode ser colocada em qualquer lugar e ser movida sempre que os moradores do local desejarem, ou seja, é possível manter ela na sala para uma noite de filme ou na área externa para reuniões com os amigos.

Para começar a construir a sua própria lareira de concreto será preciso usar duas vasilhas, que podem ser de plástico ou outro material. Uma vasilha deve ser maior, que será o tamanho da lareira, e a outra menor, que será o tamanho da sua parte interior. Para que você consiga retirar facilmente o concreto das vasilhas, o ideal é que se use um spray impermeabilizante nas mesmas, dessa forma, ele não irá as danificar.

Depois, chego a hora de misturar o concreto, o ideal é conferir as especificações da embalagem do cimento. É importante que a mistura tenha uma consistência firme, mas, que consiga se adequar facilmente ao local em que ela será despejada.

Após misturar o concreto ele será derramado na vasilha maior, e a segunda vasilha, a menor, será colocada sobre ele, bem em seu ponto central, sendo colocados dentro dela alguns pesos até que as bordas das vasilhas estejam niveladas. Para que fique ainda mais seguro, pode ser passado um durex na parte superior de cada uma das vasilhas.

Lareira

Lareira

Essa mistura irá permanecer parada até secar, processo que demora cerca de 24h. Depois disso, chega a hora de retirar os pesos e a vasilha central, bem como a vasilha inferior, ficando apenas a lareira portátil.

Chega o momento de finalizar a lareira. Primeira deve ser usada à lixa nas suas bordas, para que elas fiquem arredondadas e não machuquem na hora de manusear a lareira. O ideal é que todo o objeto seja lixado, para que ele fique com um aspecto liso.

Por fim, chega o momento de pintar a lareira. Caso deseje um aspecto mais rústico nem é necessário pintar o item, que ficará bem moderno e industrial. Porém, existe uma infinidade de cores possíveis, sendo importante escolher a que melhor combina com a decoração da casa.

Essa lareira de concreto pode ser colocada em vários ambientes, e dentro dela deve ser colocada uma lata e uma tela para que as pedras colocadas dentro dela não entrem em contato direto com o concreto. Existem fluídos específicos para acender a lareira.

Como Fazer Uma Lareira De Concreto: Modelo Fixo

Esse tipo de lareira exige um conhecimento ao menos básico em construções, já que é um processo bem detalhado e que precisa ser feito com muita atenção.

O primeiro passo para pensar em construir uma lareira de concreto fixa e com chaminé, é saber se o chão do ambiente irá suportar o peso do objeto, que é construída com concreto e tijolos, materiais bem pesados. Caso o modelo de lareira seja muito pesado, talvez a estrutura da casa tenha que ser reforçada para a sua construção, sendo o ideal já planejar a construção da casa com a lareira.

A lareira a lenha é composta por uma boca, uma caixa de fogo, um duto (chaminé) e uma caixa de fogo. O duto deve ser muito bem trabalhado, para que a fumaça não retorne e saia pela boca da lareira.

A caixa de fogo é a parte onde a lenha será queimada, nela está localizada a boca da lareira, local onde a lenha é colocada. As dimensões e proporções da caixa de fogo é que irão ajudar a evitar que a fumaça retorne ao ambiente, sendo importante que a altura da boca represente entre 67% a 75% da sua largura e que a sua profundidade seja entre 45 cm a 60 cm.

Em cima da caixa de fogo encontra-se a coifa, ponto que se assemelha a um funil invertido, e tem a função de captar toda a fumaça para que ela saia pela chaminé, que é o ponto que irá direcionar a fumaça para fora da casa. A chaminé precisa estar entre 50 cm a 70 cm acima da cobertura da casa.

É importante que além de conseguir construir a lareira, o usuário saiba fazer a sua manutenção e também a sua limpeza, dessa forma, ela funcionará por muito tempo, com eficácia e segurança.

Conheça Alguns Tipos De Lareira Disponíveis No Mercado:

Caso a sua ideia não seja construir a sua própria lareira, é importante conhecer quais os tipos existentes no mercado para encontrar a que mais lhe agrada. Os tipos mais usados de lareira são os seguintes:

  • Lareira à lenha: esse é o modelo mais tradicional e conhecido de lareira, feita em alvenaria, é preciso mão de obra especializada para a sua construção, sendo que ela também exige uma chaminé e consequentemente um duto de exaustão para o seu funcionamento. Esse tipo de lareira pode ser feita também em concreto e metal. O meio que traz energia para essa lareira é a madeira, ou seja, a lenha. Apesar de ser um modelo bem tradicional, existem opções de lareiras à lenha mais diferenciada, como a lareira suspensa, que fica presa somente pela chaminé.
  • Lareira ecológica: Esse modelo de lareira é bem mais econômico, fazendo uso de etanol ou álcool para ser acessa, dispensando a lenha e, consequentemente, a chaminé. Essa lareira gera poucos resíduos e sujeiras, sendo perfeita para ambientes menores, já que a sua geração de calor é mediana. Para acender esse tipo de lareira o processo é bem mais simples que a lareira a lenha, além disso, a maioria dos modelos de lareira ecológica é portátil.
  • Lareira a gás: Assim como a lareira ecológica, a lareira a gás dispensa o uso da lenha, dessa forma, não necessita de chaminé para a saída da fumaça. Existem dois modelos mais comuns de lareiras a gás, o primeiro deles é um modelo linear, que possui pedras vulcânicas na sua superfície, essas retém o calor e mantém a temperatura do ambiente por um longo período de tempo. O segundo modelo utiliza lenha de cerâmica refratária, que também mantém um calor por um longo tempo, esse modelo possui uma espécie de grela que faz com que ela possa ser apoiada em várias superfícies.
  • Lareira elétrica: Bem similar a um aquecedor, esse tipo de lareira é bem moderno. Normalmente possui um visor que reproduz em 3D imagens de labaredas, fazendo com que o ambiente fique aconchegante, porém, sem a necessidade de acender o fogo verdadeiramente. Esse tipo de lareira normalmente é ativado por um controle remoto, que também possibilita o controle das chamas e a temperatura.
Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Imóveis

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *