As Vantagens e Desvantagens De Financiar Um Imóvel Por 30 Anos

Está pensando em comprar uma casa nova? Fica difícil sonhar com um lar todo seu sem pensar em uma forma de financiamento. E você já parou para analisar quais são as vantagens e desvantagens de pagar essa dívida em 30 anos? Não ou ficou com dúvidas? Não tem problema, veja as dicas que preparamos com base no conselho de especialistas, de quais são as vantagens e as desvantagens do financiamento em 30 anos de um imóvel.

Vale ressaltar que os preços dos imóveis no Brasil estão altíssimos, principalmente quando falamos das grandes capitais, por isso, o sonho da casa próprio fica ligado diretamente com a obrigação de se fazer um financiamento. Porém, o que muita gente não pensa ou esquece é que a quantidade de anos do parcelamento é muito extensa, tempo suficiente para que muita coisa mude não só na economia do lugar, mas também na própria vida. Quanto mais longo for o financiamento maior será as chances de passar por problemas durante a época de pagamento. É por isso que é necessário colocar na balança o lado positivo e o lado negativo.

As Desvantagens De Financiar Um Imóvel Por 30 Anos

  • O imóvel pode ser comprado em um lugar que com um período longo sofrerá por mudanças negativas, como por exemplo, a chegada de uma fábrica poluente.
  • O comprador pode divorciar, casar, ter filhos, os pais irem morar com a família, filhos grandes sairem de casa, sofrer com desemprego, alguém ficar doente ou morrer. Todos esses imprevistos podem mudar o rumo do orçamento familiar e pagar as prestações da casa pode passar a ser um problema.

Por outro lado, quando você faz um financiamento longo, de 30 anos, não significa que você não poderá quitá-lo antes do prazo estipulado. É claro, que sobre a questão dos juros, não tem muito o que ser feito, eles serão calculados de acordo com o prazo que foi feito no acordo inicial. Porém, será possível ir amortizando o saldo devedor, caso você consiga recursos suficientes para isso.

Veja Como Vantagem As Alternativas De Um Financiamento Longo

A principal vantagem de financiar um imóvel em 30 anos é a possibilidade de comprá-lo. Um parcelamento feito em menos tempo é bom pela redução das prestações em quantidade, mas por outro lado, representa em valores mais altos mensalmente. Muitas vezes, fazer um financiamento longo não é exatamente uma escolha de quem está comprando uma casa, mas a única possibilidade levando em consideração a renda.

Se o tempo longo e os imprevistos podem ser negativos, um ponto positivo, um pouco mais complicado, é aquele de vender o imóvel bem no meio do financiamento. Essa seria uma alternativa para quem não pode prosseguir com a dívida, passá-la adiante. Seria um modo de ter menos medo na hora de assumir a longa dívida. 

  • Para evitar problemas e não aumentar as desvantagens de ter comprado um imóvel com um financiamento muito longo é preciso ficar alerta na hora da compra. Pensar bem no lugar que a casa está sendo comprada é uma das preocupações que devem encabeçar a sua lista. Veja bem o perfil do bairro e o que de ruim poderia acontecer nele ou qual o seu potencial de crescimento.
  • Desvantagem: quando você é muito jovem e tem ainda muitos planos, entre eles aquele de mobilidade, assumir uma dívida longa pode ser uma desvantagem. Pode ser um motivo para travar uma mudança para viver uma boa oportunidade em outro lugar.

Segundo os especialistas, é melhor fazer uma poupança e vender bens, caso você tenha, para diminuir a dívida total, já que tudo aquilo que for financiado sofrerá com juros, que no Brasil são muito altos. Essa seria também uma boa alternativa para reduzir o número de parcelas. 

Você Está Numa Situação Estável Para Fazer Um Financiamento?

As pessoas procuram comprar um imóvel para fugir do aluguel e se sentirem mais seguras, principalmente diante da possibilidade do desemprego. Em muitos casos, é uma parte de um sonho a dois, o casamento, porém, antes de pensar no financiamento avalie se o seu emprego é realmente seguro e se a união também é estável.

No caso da compra de um imóvel por um casal para morar depois do casamento é melhor, antes de assumir a dívida, fazer uma experiência morando de aluguel. Até porque, será já o suficiente para entender o quanto custará a vida a dois morando sozinhos sem a ajuda da família. Amadurecer a relação, saber os gastos de uma casa, são essenciais para fechar um negócio e adquirir uma dívida tão alta e que dura por tanto tempo.

A principal DESVANTAGEM de um financimento longo de um imóvel são os juros, que são tão altos, que fazem com que você pague muito mais do que realmente vale o imóvel, alertam os economistas. Segundo eles, boa parte da dívida se refere aos juros, embutidos em cada uma das parcelas. Sem falar, que o valor vai aumentado durante os anos e corre o risco de superar o seu salário mensal, se o mesmo não acompanhar esse crescimento.

A maior VANTAGEM é aquela de poder comprar a casa própria, uma vez que ter o dinheiro para pagar à vista é muito difícil. Porém, considere sempre a oportunidade de ir amortizando a dívida ao longo do tempo e pague a maior parte possível antes de fechar o negócio.

Os economistas também alertam para o fato de quem tem dinheiro para comprar um imóvel à vista, porém, o valor consumirá todas as suas economias e depois seria um problema ficar sem nada para uma emergência. Neste caso, é melhor pagar boa parte e financiar uma pequena, mas não ficar sem nenhum dinheiro guardado.

A melhor solução é fazer uma poupança para dar a entrada no imóvel e analisar bem as suas condições de trabalho para não ficar pelo meio do caminho com as parcelas. E não esqueça de pensar no plano “B”, caso você não tenha condições de continuar o financiamento, o melhor, é passar o imóvel para outra pessoa.

Outro ponto importante é conhecer bem todos os detalhes do contrato que está sendo assinado. 

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Imóveis

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *