Economia de Energia Elétrica e de Água

Quando o mundo foi criado não existia outra energia sem ser a natural (luz do sol) ou outra água sem ser a do mar e a dos rios. Hoje, com o avanço tecnológico e o estudo do homem, foram inventadas inúmeras criações para que facilitassem nosso dia-a-dia. Sistema de energia e esgoto precários. Há tempos atrás a iluminação de algumas cidades dava-se pelo uso de lamparinas e não havia um sistema de saneamento básico ou de irrigação. Com o passar do tempo, o homem foi estudando e inventando objetos e sistemas para aprimorar o cotidiano.

O homem inventou encanamento, torneiras, chuveiro, o esgoto e a energia elétrica e todos os aparelhos eletrodomésticos. Problemas pós-invenções O grande problema não foram as invenções que o homem fez, mas a má utilização dessas criações. O uso em demasia acabou expondo a muitos uma palavra que sempre nos rondou: a escassez. O nosso planeta é formado quase completamente por água, mas de toda essa água apenas 0,01% é água potável.

Economia

Economia

Com o uso exagerado dessa pequena quantidade de água, pode chegar o dia em que irá faltar água para tarefas básicas como tomar banho, ou lavar a louça. Para que a escassez de água e de, consequentemente, energia seja evitada, devemos tomar algumas medidas básicas no nosso dia-a-dia e assim evitaremos que um dia falte água para nossos descendentes ou até mesmo para nós. As escolas ensinam desde os primeiros anos letivos algumas dicas e métodos de como evitar desperdícios, então vamos voltar no tempo e relembrar como podemos economizar esses recursos.

Economizando Água

• Escovar os Dentes de Torneira Fechada

É difícil de acreditar mas ainda existem pessoas que deixam a torneira aberta ao escovar os dentes. Para quem não tem noção da dimensão desse desperdício, em um minuto que a torneira fica aberta são derramados cerca de 15 litros de água. Geralmente um adulto demora cerca de 3 minutos ao escovar os dentes… São cerca de 45 litros desperdiçados. Para os econômicos mais radicais, é possível escovar os dentes com um copo de água, cerca de 200 a 350 ml. Compare e veja a economia.

• No Banho

Durante o banho, feche o registro do chuveiro enquanto você se ensaboa, passa shampoo e condicionador no cabelo. Se uma torneira durante 1 minuto desperdiça 15 litros de água, quantos litros são desperdiçados na hora do banho?

• Lavando a Louça

Para facilitar e economizar ao lavar a louça, coloque uma bacia grande cheia de água na pia. As louças sujas você coloca na bacia. A água amolecerá a sujeira, facilitando na hora da lavagem e fazendo necessário a água corrente apenas na hora de enxaguar o detergente.

• Ao Lavar a Roupa

Para lavar roupa, procure acumular uma quantidade de roupa. Se possível, estabeleça dias para as roupas serem lavadas. Dessa forma, haverá uma regularização no uso de água e energia para usar a máquina de lavar.

• Reciclando na Cozinha

Parece até besteira, mas é possível reciclar na cozinha e de uma forma amigável para a natureza. Sabe o óleo que você faz as frituras na cozinha? Então… Se você despejá-lo no ralo, o óleo pode contaminar milhares de litros de água (água e óleo não se misturam), além de entupir os ralos e o encanamento. A sugestão é que você vá guardando o óleo em um recipiente descartável e, quando este estiver cheio, você o entregue a uma coleta para reciclagem. Eles saberão o que fazer com o óleo sem que este atinja a natureza.

• Cuidado com os Vazamentos

Às vezes ocorrem vazamentos no registro dos chuveiros, nas descargas dos aparelhos sanitários ou nas torneiras. Aquele “pinga-pinga” é perigoso e pode dar um aumento considerável na conta de água. Assim que identificar o vazamento, procure resolvê-lo, evitando grandes desperdícios. Economizando energia elétrica

Vazamentos

Vazamentos

  • Trocar as Lâmpadas Incandescentes por Fluorescentes Compactas

As lâmpadas incandescentes, além de ter uma vida útil menor, utilizam 95% de sua energia para gerar calor, sendo apenas 5% de energia para luz. A lâmpada fluorescente, apesar de ser mais cara, utiliza mais energia para gerar energia e tem uma durabilidade maior, valendo mais à pena o seu uso.

  • Refrigerador/Congelador

O refrigerador e o congelador foram criados para conversar os alimentos frios, mas ao colocarmos um alimento quente no refrigerador estaremos gastando mais energia pois, quando o refrigerador reconhecer que a temperatura do alimento está elevada comparada ao restante, ele vai forçar o motor a trabalhar mais para que o alimento esfrie mais rapidamente. O ideal é que o alimento esfrie em temperatura ambiente.

  • Abre e Fecha na Geladeira

Do mesmo modo a geladeira. Quando abrimos a geladeira, o motor é forçado a trabalhar mais para que o interior da geladeira não fique com a mesma temperatura que o exterior, gastando mais energia. Para economizar energia, sugerimos que evite abrir a geladeira desnecessariamente, principalmente evitar deixá-la aberta. Outro detalhe da geladeira é a borracha da porta. Faça um simples teste: coloque uma folha de papel sulfite na porta da geladeira, e feche a porta. Caso a folha deslize, é sinal de que a borracha não tem a força original e está na hora de ser trocada.

  • Uso de Ventilador e Ar-condicionado

Certo que moramos em um país tropical e quente, mas há uma alternativa para economizar energia tanto na iluminação quanto na hora de nos refrescar. Durante o dia, abra as janelas, assim o ambiente ficará iluminado com energia solar e a ventilação será natural. Se o dia estiver muito quente, sugerimos que ligue o ventilador para deixar o ambiente mais fresco. Se for inevitável, ligue o ar-condicionado, mas procure ligá-lo em uma temperatura acima da que é usada normalmente.

  • Desligue Aparelhos Eletrônicos da Tomada

Evite deixar aparelhos eletrônicos em modo Stand-by. Mesmo desligados no controle, o aparelho está gastando uma quantidade mínima de energia. Agora que revisamos métodos fáceis de economizar energia e água, vamos adequar essas dicas ao nosso cotidiano. A água já é escassa e a energia é diretamente ligada à água (energia hidrelétrica).

Caso não comecemos a mudar nossos hábitos, um dia (que não está muito longe) faltará energia e água para nossos filhos, netos, bisnetos, quem sabe até para a nossa própria geração. Se cada um começar a tomar para si essas atitudes, estará salvando um pouco do seu mundo e do mundo vizinho.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Dicas

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *