Como Otimizar o Uso Das Lâmpadas

Dicas Otimizar o Uso Das Lâmpadas

Dicas Otimizar o Uso Das Lâmpadas

Dicas Otimizar o Uso Das Lâmpadas

  • Os cômodos que não estão sendo usados, não tem a necessidade das lâmpadas ficarem acessa.É comum em diversos momentos acendermos a luz do quarto, da sala, do banheiro ou da cozinha e acabarmos esquecendo de desliga-las. Evite gastar energia atoa, oriente as pessoas de sua casa à ao sair do ambiente a desligar as lâmpadas.
  • Os equipamentos de iluminação devem ser limpados frequentemente.As lâmpadas e luminárias devem ser mantidas limpas, melhorando a radiação da luz.
  • Em ambientes pouco usados coloque lâmpadas de baixa potência.Prefira lâmpadas mais fracas em lugares de menor frequência e também nos corredores.
  • Coloque lâmpadas fluorescentes compactas no lugar das lâmpadas incandescentes.Apesar das lâmpadas incandescentes serem mais baratas, elas possui uma baixa eficiência e também pouca vida útil. Ao contrário das lâmpadas compactadas que gastam bem menos energia e possuem uma durabilidade maior. Enquanto o consumo mensal de três lâmpadas fluorescente é de 3.600 Wh (R$2) o de três lâmpadas incandescentes chega a 54 mil Wh (R$ 30). “O modelo incandescente de 100 W gasta mais energia que o fluorescente de 20 W, apesar de terem praticamente a mesma luminosidade”.
  • Nos espaços externos deve ser reduzida a iluminação.Sem prejuízo da segurança e quando possível, economize energia diminua a iluminação em áreas de circulação como garagens e jardins.
  • As lâmpadas queimadas devem ser descartadas corretamente.Não jogue lâmpadas queimadas em lixeiras convencionais. Por serem tóxicas e conterem mercúrio, as lâmpadas devem ser descartadas corretamente, por empresas especializadas. Uma dica ideal é você juntar um numero razoável de lâmpadas queimadas e leva-las a uma loja especializada.
  • Use luminárias abertas.Opte por luminárias abertas, ou se o modelo permitir, tire o protetor acrílico, pois isso possibilita reduzir em ate 50% o número de lâmpadas sem que a qualidade da iluminação se perca.
  • Use sensores de presença.Sempre que possível instale os sensores de presença, pois é uma forma de controlar o uso da luz, automaticamente. Eles podem ser instalados em corredores, jardins, garagens, banheiros e cozinhas. E quando associados a interruptores, eles podem durante todo o dia ser desligado.
  • Aproveite o máximo da luz natural.Mantenhas janelas e cortinas, principalmente blackouts, abertos durante o dia. Assim você irá reduzir o tempo do uso das lâmpadas.
  • Use relé fotoelétrico em áreas abertas.Esse equipamento é acionado automaticamente quando a luz natural cai, e ele é insensível a variações bruscas de luminosidade como faróis e relâmpagos. Além de economizar energia, ele pode ser usado em qualquer tipo de lâmpada, em jardins e garagens.
  • Use tijolos de vidros.Ao reformar ou construir, tente usar tijolos de vidros em uma ou mais paredes, para melhorar a claridade em jardins, garagens e até em ambientes internos, assim reduzindo o uso das lâmpadas. Também são consideradas soluções viáveis, as telhas transparentes e claraboias para algumas áreas.
  • As paredes e os tetos devem ser pintados de cores claras.Os tons claros refletem melhor a luz, assim dispensando as lâmpadas de alta potência.
  • Final da vida Útil.Veja se a lâmpada está no final da vida útil, ou melhor, se está produzindo menos luz. Caso esteja, troque-a por uma nova, pois mesmo ela produzindo menos luz, ela esta consumindo a mesma potência de quando estava nova.
  • As que produzem mais luz.Prefira sempre as lâmpadas fluorescentes trifósforo, pois elas iluminam até 20% à mais que as fluorescentes comuns, sem ao menos consumir mais, além também de destacar mais as cores em um ambiente iluminado.
  • Reatores que aumentam a durabilidade da lâmpada.Os reatores eletrônicos são indicados para maior durabilidade da lâmpada, pois ele colabora na elevação da vida média da lâmpada e também resultam em uma qualidade melhor da iluminação no ambiente.

Diferentes Tonalidades

  • Branca-Amarela: Da uma sensação de aconchego ao ambiente, deixando-o com um aspecto mais calmo. Ótima opção para salas de estar, quartos e outros;
  • Branca-Azulada: Da uma sensação de ambiente limpo, frio e dinâmico. Ótimo para banheiros, cozinhas, hospitais e outros;
  • Branca-Neutra: da ao ambiente uma iluminação natural, valorizando as cores dos objetos iluminados. Ótima para salas de aula, escritórios e outros.
Diferentes Tonalidades

Diferentes Tonalidades

Lâmpadas Fluorescentes

Em todo o mundo, as lâmpadas fluorescente são responsáveis por mais de 70% de toda a luz artificial, porém, consomem somente 50% da energia necessária para iluminação, pois elas precisam somente de um quinto da eletricidade que uma lâmpada comum precisa para funcionar. Dependendo a forma e do tipo de funcionamento, a vida m´dia é de 5.000 a 45.000 horas, enquanto uma lâmpada comum dura 1.000 horas apenas.

As lâmpadas incandescente representam 40% hoje, das vendas de lâmpadas do País, devido ao preço que é bastante atraente, chegando a ser 5 vezes menor que a fluorescente. Ela se caracteriza também por converter a energia em calor e luz, fazendo com que consuma mais energia. Já as fluorescente, sejam compactas ou tubulares, duram quase 10 vezes mais que as incandescentes e são 80% mais econômicas.

A simples opção de escolha do tipo de lâmpada a ser usada em sua residência significa até uma economia na conta de luz no final do mês, bem significativa. Sendo assim, antes de escolher, é importante comparar as características dos modelos. O presidente da Abilumi (Associação Brasileira de Importadores de Produto de Iluminação), afirma que existe pelo menos um critério básico que ajuda o consumidor a fazer uma comparação entre os modelos, o qual é a relação entre a vida útil da lâmpada e o preço.

Diferença Das Lâmpadas Incandescente e Fluorescente

  • Vida – da lâmpada fluorescente: 8.000h / da lâmpada incandescente: 750h.
  • Preço – da lâmpada fluorescente: R$8,00 / da lâmpada incandescente: R$ 1,00.
  • Custo de energia gasta em 8.000 horas de uso – lâmpada fluorescente: R$ 60,00 / da lâmpada incandescente R$ 240,00.
  • Custo de lâmpadas substituídas em 8.000h – lâmpada fluorescente: R$ 0/ lâmpada incandescente: R$ 9,00.
  • Custo total das lâmpadas fluorescente: R$ 68,00.
  • Custo total das lâmpadas incandescente: R$ 250,00.
Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Dicas

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *