Revestimentos e Papéis De Parede: Qual Escolher?

Revestimentos de parede são a próxima etapa depois de erguer as divisões de sua casa. Seria bem mais barato e prático deixar tudo no cimento com tijolo mesmo, mas não é estético e nem protege de fato a sua casa. Com o revestimento, sua estrutura base está protegida e é bem mais bonito.

Mas ao conversar com um arquiteto ou visitar uma loja de materiais para construção, fica a dúvida: qual revestimento usar? Apenas argamassa e pintura, ou pastilhas e cerâmicas? Papel de parede seria a melhor opção? Isso varia do seu projeto e das necessidades do seu lar. A resposta não é tão simples assim, portanto.

A seguir temos uma lista dos principais revestimentos de parede e quais suas finalidades, vantagens e desvantagens. Analise qual se encaixaria melhor em seu projeto e como você pode aproveitar mais de cada item. Mas não tenha pressa: discuta com seus parentes e com seu arquiteto ou empreiteiro o melhor para a sua obra também, pois não é um investimento com valor tão pequeno e mão de obra curta para ser ignorado caso precise ser refeito.

Revestimentos e Papéis De Parede: Qual Escolher?

Revestimentos e Papéis De Parede: Qual Escolher?

Massa Corrida

Massa corrida uma massa branca vendida em latas ou baldes para cobrir o cimento usado em uma parede. É o revestimento mais popular e por isso o mais usado, com um ótimo acabamento. Mas mesmo sendo simples de ser aplicada, a massa corrida exige um cuidado para nivelar o item e deixar liso, ou os defeitos vão aparecer quando for aplicada a tinta. A camada não pode ser muito grosso e nem muito fina.

A principal vantagem da massa corrida é seu preço, bem inferior aos demais revestimentos. Também é mais prática de ser aplicada e com secagem mediana, em média um dia para já poder pintar. É na cor branca e muita gente deixa a casa sem argamassa mesmo e fica bacana também.

A textura de parede é criada com a massa corrida ainda mole, espátulas ou rolo para textura.

Massa Corrida

Massa Corrida

Tinta Para Parede

A tinta é a responsável por dar cor à sua parede e por isso ela é um item extremamente decorativo. O ideal é aplicar por cima da massa corrida já seca, mas há quem aplique tinta direto no cimento. O produto é barato e tem diversos pontos a serem considerados.

A variação de tinta de parede é grande no mercado, por isso uma análise no momento da compra é importante. É preciso avaliar o uso do produto, se para interior ou exterior, pois há diferenças. Tintas para exterior aguentam sol e chuva e não perdem o tom facilmente, durando alguns anos. Há também de secagem rápida e mais lenta, em média 48 horas na lenta e menos de 6 horas na rápida.

A vantagem da tinta para parede é que basta pintar por cima em cor mais escura e você vai ter uma decoração nova. O custo é baixo e é fácil de fazer sem ajuda de um profissional. A desvantagem é que é preciso pintar uma casa a cada dois anos ou menos se a parede tiver muito suja, o que é comum. Tocar com mãos sujas deixa manchas.

Gesso

Paredes podem ser erguidas de gesso, mas o produto pode revestir paredes de alvenaria também. O pó se mistura com água e em alguns segundos o gesso endurece e já pode ser usado. O produto também é ótimo para pintar por cima sem qualquer problema.

A principal vantagem do gesso é sua secagem: apenas algumas horas. A desvantagem é não suportar água e quebrar todo. Não é bacana para locais úmidos também. Mas tem baixo custo, por isso é considerado. O produto é bastante utilizado para erguer divisórias onde paredes não podem ser construídas ou movidas. Como em apartamentos, onde danificaria a estrutura.

Azulejo

Feito em pedras e fixado com argamassa, o azulejo é durável e tem diversas vantagens: dá para lavar, molhar e sujar e não há desgaste. O desvantagem é que não combina bem salas de estar e quartos, mas é ótimo para cozinhas, banheiros e fachadas. Sua duração média é de 10 anos ou mais, dependendo da conservação, mas exige um alto investimento em relação aos demais materiais.

Papel De Parede

É nada mais que um papel adesivado para ser aplicado por cima da massa corrida ou paredes já pintadas. De alto custo, tem uma durabilidade mediana, mas suas vantagens: se remover com cuidado, ele protege sua parede. Suas estampas também são perfeitas, e desenhistas, todos sabemos, cometem erros. Não dá para ter listras 100% retas em paredes pintadas à mão, mas dá para garantir isso com papel de parede.

O papel de parede é bastante usado em casas de parede de madeira como as norte americanas. Aqui não tem problema se usamos tijolos, mas há alguns cuidados a serem tomados, como revestir as paredes com mais cuidado para não ter desníveis que danifiquem o uso do adesivo. Sua colocação deve ser bem cuidadosa também porque não dá para remover e consertar depois. O adesivo da parte de trás é bem eficiente.

Pastilhas 

Pastilhas são pequenos quadrados que podem ser usados em pisos e paredes sem qualquer problema. São ótimas porque os quadrados são pequenos, então dá até para criar arte com elas. São duráveis em mais de 10 anos seguramente, mas exigem um alto investimento. Mas para quem pode, vale a pena.

Porcelanato

Material para piso que já vem sendo usado em paredes também. A principal vantagem deste item é seu brilho intenso e capacidade de reflexão de luz, aumentando a iluminação de alguns espaços. É um piso durável e pode ser encontrado no mercado com versões anti derrapante. Não é indicado para banheiros e garagens em sua versão lisa e espelhada. O custo é alto, mas com expectativa de troca em ao menos 10 anos.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Decoração

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *