Decoração Clean Para a Sala

Quem gosta do assunto decoração sabe, que assim como a moda, ela pode ser baseada em um ou mais estilos. Cada estilo tem as suas características e a decisão de qual escolher é baseada, principalmente, no estilo pessoal de cada um, em que tipo de ambiente se pretende criar em casa. Mais elegante ou mais despojado, mas rústico ou mais moderno, entre outras opções.

No caso da decoração clean, ela seria o oposto, por exemplo, do estilo rococó, caracterizado pelo excesso de detalhes.

Quais as Características do Estilo de Decoração Clean?

Como falamos anteriormente, o estilo clean é o contrário do estilo rococó, o que nos dá a ideia das suas principais características, assim como o nome.

A decoração que segue esse estilo ela procura valorizar o “menos é mais”. Poucos elementos são usados para compor o ambiente, além disso, é muito importante que o espaço tenha excelente luminosidade.

Outra característica importante do estilo clean é em relação as cores, neutras e claras, são escolhidas. Os móveis precisam ter entre eles um bom espaço.

Em resumo, as características do estilo de decoração clean servem para criar um espaço confortável e funcional na mesma medida.

Se trata de um estilo bem próximo ao estilo minimalista, mas a diferença é que, neste segundo, por exemplo, a luminosidade não é fator principal para decorar o ambiente, como no caso do primeiro.

Quando Surge o Estilo de Decoração Clean?

Assim como estilo minimalista, a decoração no estilo clean é relativamente nova. O momento marcante foi no século 20, através da escola alemã de arte, Bauhaus. A escola revelou talentos como Paul Klee e Wassily na pintura e designer Marcel Breuer, funcionando do ano de 1919 a 1934.

O conceito principal da escola alemã é que menos é mais e cores neutras e superfícies lisas passaram a ganhar destaque. Além disso, se buscava amplitude, conseguida através de elementos que se associavam.

Quem Busca Esse Tipo de Decoração?

Normalmente, quem prefere a decoração clean é o cliente que busca menos informações possíveis nos ambientes. Ele prefere um ambiente que dê mais tranquilidade e isso é impossível quando nos deparamos com muitas informações dadas por peças e móveis.

Colocando em Prática o Estilo Clean

Na prática, para entender melhor como tirar o conceito de decoração clean do papel, a busca por aberturas extensas, por exemplo, escolhendo um pé-direito duplo para o ambiente. Integrar cômodos é uma outra prática que reflete bem a ideia, pois aumenta o espaço e ressalta o conceito de sensação de unidade.

Quando o espaço é menor, menos móveis e de preferência em materiais leves e formas lisas, sem detalhes. Porém, não se engane achando que o fato de ter que usar poucas peças, facilite o trabalho da decoração. Pelo contrário, para fazer o ambiente funcionar é preciso planejar bem, não só que será colocado, até mesmo a posição fará uma grande diferença.

Outro detalhe importante que alertam os decoradores profissionais é que o espaço clean exige um alto grau de organização por parte do morador. Cada coisa no seu lugar sempre para funcionar. Por outro lado, para quem não gosta de perder muito tempo na arrumação, menos objetos, significa menos trabalho.

Outra dica é buscar ter peças e móveis que se comuniquem, coerente e bonitos, mas que acima de tudo sirvam para guardar tudo o que for necessário naquele ambiente.

Aproveitar o espaço que tem com objetos que sirvam para guardar outros também é um modo de valorizar a decoração.

Por causa das suas características, muitos profissionais aconselham os clientes a usarem a decoração clean nos quartos e na sala de estar. O que não quer dizer que não poderá ser usado em outro ambiente.

Dicas Para Usar a Decoração Clean na Sala

  • Tire as medidas do ambiente e faça fotos para analisar melhor os espaços disponíveis.
  • Tenha uma lista ou em mente, tudo o que ficará na sala, dos aparelhos eletrônicos a livros ou qualquer outra coisa, que você pretende colocar naquele ambiente.
  • Para não ficar com as paredes completamente brancas, escolha uma delas e pinte com um tom neutro, porém, pouco acima do branco, um cinza, por exemplo. Precisa ser discreto e claro.
  • Escolha cortinas em cores claras para a sala ou persiana. O importante é valorizar a entrada da luz natural.
  • Decida quais móveis entrarão na sala de acordo com a necessidade do que deverá ser guardado neles e também, do espaço disponível. Não esqueça, que a área de circulação na sala deverá ser bem espaçosa e que poucos móveis garantem o estilo de decoração clean.
  • Compre móveis que possuem dupla funcionalidade e que tenha acima de tudo, uma boa parte interna para guardar o que for necessário.
  • Móveis com dupla função também são perfeitos, como a mesinha de centro, que pode virar um banco.
  • Busque equilíbrio entre peças de decoração e móveis, neste tipo de decoração não é permitido nada exagerado. Objetos de design modernos são sempre uma boa solução.
  • O tapete deve ser pequeno e também seguir o mesmo estilo, simples, claro e que combine com os demais objetos decorativos.
  • Caso você já tenha a sala montada e queira deixá-la com cara de estilo clean, o primeiro passo é fazer uma grande faxina:
  • Comece retirando tudo o que está sobrando na sala.
  • Dos móveis, o que você pode retirar do ambiente, caso tenha muitos objetos e precisa aumentar o espaço de circulação.
  • As paredes devem ser claras, assim como cortinas, tapetes e almofadas. Pode ser o caso de ter que trocar tudo isso.
  • Certifique-se de que cada coisa terá o seu lugar para ser guardada.

O Que Não Fazer Quando Adotar o Estilo Clean?

  • Não saia comprando tudo o que vê e “adicionando” a decoração. Uma vez que ela está feita, não cabe mais nada.
  • Cada objeto que estiver sendo guardado no ambiente deve ter um lugar que o faça “sumir”, nada pode ficar à vista, a não ser o que é objeto decorativo.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Decoração

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *