Como Limpar o Liquidificador Corretamente

A quantidade de modelos de liquidificadores que podemos encontrar nas lojas é tão grande, que um simples eletrodoméstico ficou difícil de escolher na hora de comprar. Alguns deles facilitam a vida dos consumidores na hora de limpar e outros, pela simplicidade, copo e motor, podem ser lavados normalmente. Mas, você sabe como limpar o seu liquidificador corretamente?

Quanto menos o liquidificador se desmontar, menos simples fica de limpar. Alguns usam o botão pulsa para fazer a limpeza, mais água e sabão e pronto. Porém, é bem comum que essa limpeza não tão profunda deixe o copo do liquidificador com o cheiro do resto do que foi batido. Além de não ser higiênico, essa limpeza não eficiente pode comprometer a qualidade do seu aparelho eletrodoméstico.

Para fazer uma boa limpeza e garantir que o seu liquidificador não ficará com o cheiro do último alimento preparado dentro dele, veja algumas dicas:

  • Comece com a limpeza básica, aquela de esponja com detergente e água corrente. Não faça carinho no copo do liquidificador e nem economize no detergente. Tenha a esponja com espuma abundante e esfregue bem a parte interna do copo do liquidificador.
  • O segundo passo é para se livrar do cheiro que está dentro do copo do liquidificador. Você vai precisar de 1 limão cortado em quatro partes, não retire a casca. Jogue os pedaços dentro do copo, depois de lavado, coloque água quente até o meio do liquidificador. Use a função pulsar para bater o limão com a água. Deixe bater como se tivesse preparando uma vitamina. Esse segredinho vai retirar qualquer cheiro do copo do seu liquidificador.
  • Uma outra dica, para se fazer pelo menos 1 vez por mês, é colocar no liquidificador 1 litro de água, não precisa ser quente, com 1 colher de chá de água sanitária. Bata por alguns segundos para desinfetar o seu eletrodoméstico.
  • Já a parte do motor do liquidificador deverá ser limpo com um pano úmido na mistura de água e bicarbonato de sódio. É um modo de limpar e ao mesmo tempo retirar a gordura do eletrodoméstico.
  • Uma escova de dente limpa e seca pode servir para retirar a sujeira que fica entre os botões do aparelho eletrodoméstico.
  • Uma última dica para que as lâminas do liquidificador permaneçam afiadas, o conselho é bater uma vez o outra, cascas de ovos por alguns segundos.

Agora que você conhece todos os segredos de como limpar o liquidificador corretamente, veja dicas para fazer uma boa compra.

Dicas de Compras de Liquidificador

Como falamos anteriormente, a variedade acaba dificultando na hora de escolher qual o melhor liquidificador para a sua casa. Definitivamente, eles não são todos iguais e tem mais de um motivo para um custar mais e outro menos.

O comércio oferece uma grande opção de modelos e cada um deles pode oferecer as mais diferentes funções e para saber se vale a pena ou não escolher entre um e outro só conhecendo os detalhes.

O básico é igual para todos os modelos, moer, tritura sólidos e misturar os líquidos, mas já nas velocidades, pode existir uma grande diferença. Os menos potentes, por exemplo, não conseguem triturar alimentos mais duros ou tem dificuldades.

Em linhas gerais, podemos dizer que existem dois modelos de liquidificadores, falando daqueles simples, tradicionais, que possuem um copo acoplado na base e possui 3 velocidades, não triturando gelo. E do outro lado estão os mais sofisticados, que trituram gelo e conseguem misturar frutas e leite, por exemplo, com muito mais facilidade, porque são potentes.

No Lugar de um Liquidificador o Mixer

O mixer pode até certo ponto substituir o liquidificador, mas até certo ponto, para coisas simples, como misturar um líquido com uma fruta macia, bater ovo ou suco com algum pó. Ele é prático porque você pode usá-lo dentro de qualquer recipiente que seja resistente.

Porém, quando você precisa bater muito quantidade ou alimentos mais duros, o mixer por mais potente que seja não será suficiente.

Já o liquidificador pode ser usado tanto nas “situações” que exigem mais resistência e também para bater alguma mais leve. Resumindo, ele pode fazer tudo, só não é prático se quiser usar em um outro recipiente. No caso do liquidificador será sempre no copo do eletrodoméstico.

Na Hora de Comprar o Liquidificador Observe

1- A marca pode ser importante para você, mas observe outros detalhes do aparelho. A mesma marca poderá apresentar vários tipos de produtos que atendam mais ou menos as suas exigências. Controles, o tipo e material do copo, a potência, a capacidade, são alguns itens que devem ser avaliados antes da compra.

2- Controles: estamos falando do que marcará quais serão as funções disponíveis. Os controles podem se apresentar de várias formas: correr, girar e apertar. Segundo os especialistas, o que demora mais a estragar são os controles de apertar.

3- Velocidade: os liquidificadores vendidos atualmente possuem entre 2 a 10 velocidades e alguns tem o controle extra chamado de “pulsar”. Outros botões extras podem ser encontrados em alguns modelos: função “somoothie”para fazer cremes, sopas e caldos ou “triturar gelo”. O ideal, como mínimo, são os aparelhos que possuem três velocidades, seguintes: bater líquido leve, intermediário e pesado.

3- Os copos disponíveis: falando em materiais você poderá encontrar de inox, acrílico, vidro e plástico. O de vidro é muito pesado e para pessoas que não são muito atentas, assim como o de acrílico, podem durar pouco. Tem que ter cuidado quando for usar. Por outro lado, quando se usa gelo, o de vidro é muito bom, mas o de inox também. Ambos são mais resistentes do que os demais materiais. O gelo pode, por exemplo, rachar o plástico.

4- Capacidade do copo: cada copo pode receber uma determinada quantidade de líquido. Se a família é pequena dá para ser um menor, no caso de família grande, o de maior capacidade é de 2 litros.

5- Potência: segundo especialistas, a potência é o ponto mais importante que deve influenciar a sua escolha de um novo liquidificador. As potências variam de 300w a 850w. Um aparelho com maior potência significa melhor desempenho e o contrário de menor potência.

Considere os pontos de 1 a 5 e veja qual o modelo atende as suas necessidades. Vale sim, levar em consideração a marca da sua preferência na hora de escolher.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
utensilios domésticos

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *