Como Funcionam os Congeladores

Um dos eletrodomésticos mais comuns de encontrar nas casas modernas é o congelador. Normalmente os congeladores estão combinados com as geladeiras, porém, algumas famílias optam pelos chamados freezers, congeladores. Em geral buscamos a alternativa de congelar os alimentos para que possamos guardá-los por mais tempo vindo a consumi-los depois de algum tempo.

Desde muito antigamente a humanidade sabe que a comida fria dura muito mais tempo que aquela exposta a temperatura ambiente. Existem registros de antigos mesopotâmicos que escavavam grandes fossas na terra para isolar a comida e a cobriam com gelo e neve das montanhas para manter a comida intacta.

Obviamente a criação dos congeladores ajudou e muito a humanidade a preservar os seus alimentos. A seguir vamos te explicar como os congeladores funcionam, acabe com a sua curiosidade a respeito desse grande aliado do seu dia a dia.

Por Que o Gelo?

A primeira coisa importante é destacar que os congeladores nos ajudam a preservar os alimentos por mais tempo pelo fato de mantê-los gelados. As bactérias que atuam na decomposição dos alimentos não crescem ou sobrevivem em baixas temperaturas como zero grau ou ainda menos. É por isso que os alimentos mantidos nos congeladores demoram mais para estragar, as moléculas de água em seu interior são mantidas em temperaturas baixas ou gélidas.

A Criação do Congelador

As descobertas feitas por cientistas no começo do século XIX a respeito da natureza da temperatura bem como das leis da termodinâmica permitiram a criação de uma estrutura de regulação artificial da temperatura. A partir das ideias a respeito de absorção de vapor do inventor Oliver Evans, outro inventor, Jacob Perkins criou uma unidade de refrigeração que funciona dependendo da compressão de vapor.

Perkins percebeu uma substância colocada dentro da sua unidade absorveria e emitiria calor quando passasse por mudanças de pressão e então transformaria vapor em líquido e vice-versa. O cientista observou que certos produtos químicos tinham a capacidade de reduzir as temperaturas do ar quando absorvem o calor.

O cientista Jacob Perkins obteve a primeira patente de que se tem conhecimento de uma unidade refrigerante, contudo, o seu produto não teve êxito comercial. Depois de alguns outros modelos de congeladores, em 1920, já com o advento da eletricidade surgiu uma tecnologia mais eficaz para os congeladores.

Como Funciona Um Congelador

O princípio que permite que o congelador funcione é o da compressão de vapor. Esse sistema tem como principal fator uma corrente em movimento rápido de refrigerante vaporizado que realiza um ciclo dentro do congelador. Podemos ilustrar através da imaginação de um rio que passa pelas montanhas e campos seguindo até o oceano.

Assim que as águas do rio chegam ao oceano elas são absorvidas pelas nuvens e se tornam então chuva, quando a chuva cai a água volta para o rio. De novo as águas do rio voltam para o oceano. Basicamente no congelador o refrigerante flui e se passa se vapor para líquido e retorna a sua primeira forma, o ciclo é o mesmo.

Os Refrigerantes Usados

Em geral os refrigerantes mais comuns de serem usados nos congeladores são hidrofluorcarbonos, ou HFCs. Tem ainda outros refrigerantes como os clorofluorcarbonos (CDCs) e os hidroclorofluorcarbonos (HCFCs). O uso desses dois últimos refrigerantes é altamente regulamentado e proibido para vários produtos porque contribuem para o buraco da camada de ozônio da atmosfera.

O Ciclo do Refrigerante

O processo de resfriamento do refrigerante começa com ele como vapor sob baixa pressão. Então o primeiro componente pelo qual passa é o compressor, que normalmente fica localizado na porção inferior do congelador. O papel do compressor é comprimir as partículas do vapor de maneira então que aqueça e chegue num estado de alta pressão.

Então o refrigerante quente e pressurizado é bombeado pelo compressor através de um tubo para que então passar para o próximo componente que é o condensador. Se você tocar o revestimento externo do congelador perceberá que é quente, isso acontece devido das bobinas do condensador que ficam em geral posicionadas sob ou então no fundo do congelador de maneira que podem ser expostas à temperatura ambiente e refrigeradas.

Quando o vapor passa pelas bobinas perde o seu calor, contudo, mantém a alta pressão e assim ele passa para a temperatura morna. O refrigerante passa então a ser líquido e passa a ser empurrado pela sua pressão inerente ao componente seguinte que é o tubo metálico. A estrutura atua na regulação da pressão do vapor antes que ele chegue no próximo componente.

Queda de Pressão

Assim que o refrigerante líquido sai do tubo metálico pequeno vai para o evaporador que é bem maior e a pressão diminui subitamente. Com isso é convertido novamente em vapor de baixa pressão. Com isso o evaporador acaba absorvendo calor e isso cria um vapor bem gelado e que consegue manter a temperatura na unidade fria o suficiente para permitir que os alimentos sejam congelados.

Na sequência o vapor volta para o compressor e o ciclo começa de novo. Vale ressaltar que a compressão de vapor não é a única maneira de criar um ambiente frio o suficiente para congelar alimentos.

Outros Tipos de Congeladores

Congelador na Geladeira

Sabia que um congelador que fica na porção inferior da sua geladeira consome menos energia? Isso se deve ao fato de que o compressor fica embaixo e dessa forma não é necessário propelir o vapor por longa distância. Já nos modelos em que o congelador fica lado a lado com a geladeira ou então fica acima o compressor precisa empurrar o refrigerante através de um tubo para que ele possa chegar ao congelador.

Freezer ou Sub-Zero

Existe ainda outro tipo de congelador que é o autônomo que é conhecido como “freezer” ou “sub-zero”. Uma curiosidade é que esse termo é na verdade uma marca de congeladores nos Estados Unidos. Esses congeladores usam os mesmos princípios de compressão de vapor.

Baixa Temperatura Constantemente

Independente do tipo de congelador que você usa a dica é manter a temperatura sempre baixa e consistente. Quando isso não é feito você pode sofrer com o gelo acumulado, um grande problema para o dia a dia.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
utensilios domésticos

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *