O Que é Verticalização Urbana?

Faça um passeio de carro em sua cidade e relembre imagens antigas, em foto ou memórias. O resultado será o mesmo nas principais capitais brasileiras: casas de menos, prédios demais. A este fenômeno de aumento de número de edifícios chamamos de verticalização urbana.

A verticalização urbana é o fenômeno do aumento do número de moradias e ambientes comerciais em formato de edifício. Uma tendência do mercado imobiliário moderno, a verticalização tem seus altos e baixos, mas boas justificativas para existir.

A Verticalização Urbana é Necessária

Os críticos dos paraísos verticais modernos são totalmente contra ao grande números de prédios por diversos motivos: estragam a vista para o mar, a cidade fica mais lotada e outros tantos argumentos voltados a defender a moradia tradicional de casas amplas e um espaço para as crianças brincarem. Guardar o carro dentro de casa, criar animais mais livres, dentre outros argumentos. Mas poucos reparam na necessidade do surgimento de mais edifícios.

A população aumentou, mas o Brasil não aumentou seu território. Para não mexer mais nas áreas verdes e preservas as poucas florestas que temos e até mesmo a água que consumimos e o ar que respiramos, precisamos de mais edifícios. Se o terreno se expandisse do país com a mesma velocidade que a população aumenta, poderíamos tranquilamente ficar em nossas casas espaçosas e moldes tradicionais, com bastante espaço e cada um no seu quadrado.

O grande problema é que a cidade não se expandiu, mas a quantidade de pessoas por moradia sim. O mercado imobiliário é um dos mais aquecidos da economia brasileira. Isso se deve a diversos pontos.

  • a população brasileira aumentou
  • cada vez mais pessoas formam famílias e buscam sua moradia própria.
  • os jovens buscam cada vez mais morar sozinho e ter seu próprio espaço

Também não há mais espaço nos centros urbanos para empresas, por isso os edifícios empresariais andam ganhando espaço. É muito mais cômodo acomodar 50 empresas em um único espaço a criar uma rua inteira com espaço para 50 casas, não é mesmo? Pura lógica matemática. Sem a troca de residências por edifícios, diversos empreendimentos ficariam sem espaço.

A verticalização urbana é sim uma tendência de exploração capitalista do mercado imobiliário, mas antes de tudo uma necessidade.

http://www.youtube.com/watch?v=Cm6t4CDE7B8

A maior parte dos avaliadores deste mercado e críticos pensa nos edifícios residenciais e comerciais como uma forma das empreiteiras ganharem mais. Mas pare para pensar um pouco: há espaço nas cidades para tanta casa quanto há procura? Há capitais brasileiras que vendem todas as unidades de apartamentos ainda na planta com entrega prevista em mais de 10 anos e nem sempre é para investimento apenas, é para moradia mesmo. Logo, temos um mercado de imóveis com alta procura e pouca oferta.

Segurança é um dos Pontos mais Importantes da Verticalização Urbana

Um dos pontos mais comuns da procura por edifícios é a segurança. Morar em residências em centros urbanos exige um pouco mais de segurança e cuidados com o espaço que morar em um prédio. É fato: residências são muito mais assaltadas que prédios, e isso faz as pessoas curtirem este tipo de segurança.

O Que é

O Que é

Em um ambiente fechado, seguro e vigiado, é mais fácil deixar crianças livres para brincar ou caminhar e curtir uma piscina. O mesmo não acontece em casas com crianças brincando na rua hoje. As pequenas ruas dos condomínio são toda a diversão que algumas crianças podem ter, sem contato com a terra e rua como há 20 anos. Mudança de comportamento sim, com alguns pontos negativos, mas uma necessidade.

Urbanizadores não Concordam com a Verticalização Urbana

Os críticos são ferrenhos quando se trata da verticalização urbana e seus danos ao meio ambiente. Esta mudança no formato pode causar problemas à circulação dos ventos, uma dificuldade no visual da cidade e na visualização de cidades costeiras. Quem antes poderia ver o mar de sua sacada pode precisar morar mais alto para conseguir ver as águas azuis. E como cada vez mais os prédios estão ficando altos, pode ser preciso, quem sabe investir em 60 andar ou cobertura no 100.

As críticas, porém, ficam apenas no quesito urbanismo da cidade, pois os estudiosos apenas veem vantagens em uma verticalização. Com a maior concentração de pessoas em um mesmo espaço, cresce também a procura por itens básicos como moradia, saúde e diversão, aumentando a quantidade tanto de mão de obra como de vendas do comércio.

Tantas pessoas geram um efeito em cadeira em diversas áreas. O comércio, por exemplo, ganha em procura, mas podem crescer a necessidade qualidade dos serviços básicos como saúde e urbanização, e o governo pode não estar capacitado ainda para suprir a necessidade de tanta gente em um curto espaço. Mas como tudo no mundo, há a necessidade de tempo para uma reestruturação urbana, que já está acontecendo.

Verticalização Urbana

Verticalização Urbana

A Verticalização tem Mais Pontos Positivos Que Negativos

Quem é contra os edifícios em grande número em sua cidade precisa admitir: mais espaço para moradia também tem suas vantagens. Uma delas é a possibilidade de morar perto do trabalho e do local de estudo. Sem mais edifícios, a quantidade de casas de uma cidade não seria o suficiente para suprir a necessidade de todo mundo migrando para a capital, por isso seria necessário uma longa viagem de ida e volta ao local de trabalho.

A migração de pessoas do interior em igual número em busca de vantagens da capital faz necessário a verticalização também. Como não há crescimento das pequenas cidades ou este é muito lento, nem sempre dá para esperar melhoria e empregos melhores em sua região de nascimento. Migrar para a cidade é uma boa pedida, e ter espaço para moradia adequado é crucial. Cidades apenas com casas não teriam a capacidade de comportar tanta gente vindo de pequenos centros urbanos mais distantes da capital. Por mais que seja negativa para o visual, a verticalização se torna necessária em diversos pontos.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Casas

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *