Manual da Pintura de Parede

Pintar paredes não é uma tarefa difícil. Qualquer um com um pouco de dedicação e a roupa adequada pode sair limpo e ter uma casa devidamente organizada e sem gastar muito. O grande segredo está em como fazer e usar dicas e truques de profissional. O investimento de mão de obra pode ser usado para decorar outro espaço e você pode tonar ainda a atividade algo de família, divertido e até engraçado para fazer com os amigos.

Mas para pintar a tinta corretamente, você precisa saber tudo sobre pintura de parede e garantir um bom serviço. Por isso temos diversas informações retiradas dos melhores manuais de pintura de parede para ajudar na sua próxima pequena reforma.

Os Tipos de Tinta

O tipo de tinta de parede a ser usada depende bastante do local da parede, do tipo de revestimento escolhido e sua frequência de pintura. Algumas são mais duráveis, outras possuem a facilidade na lavagem. As tintas são formadas por resina (revestimento e proteção), pigmentos (cor), solventes (o cheiro forte, responsável pela textura) e aditivos (variam de acordo com o tipo de tinta, podendo ser de secagem rápida, sem cheiro e de limpeza).

Tipos de Tinta

Tipos de Tinta

Os Principais Tipos de Tinta são:

Acrílica - solúvel em água, possui um revestimento mais brilhoso, ideal para interiores e exteriores. Sua camada de resina tem mais capacidade para proteção da cor, por isso é indicada para ambientes externos com mais sol e chuva como fachadas de casas e jardins. Costumam ter uma cor mais forte e vibrante, por isso são preferidas para interiores também e paredes texturizadas.

Latéx - também solúvel em água e mais usada em interiores por seu baixo custo. É uma ótima tinta para interiores porque é facilmente lavável com um pano úmido para limpar manchas. Custo baixo, permite mais tinta com menos custos. Seu cheiro é forte, por isso há opções no mercado de latex antialérgica para quem tem alergia ao aroma do PVA da tinta.

Esmalte - não solúvel em água, possuem uma cobertura mais consistente, por isso é indicada para cobrir superfícies em ferro e matérias semelhantes. Costuma ser mais usada em grades e concreto para revestimento com bom acabamento. Como é mais grossa, usar em parede exige um alto custo de investimento. Pode ser usada em madeira também.

Epóxi e poliuretano - não são tintas solúveis em água e tem alguns fins específicos: caixas de água, podendo ainda ser aplicadas em pisos, dentre outros. Possuem um alto poder de revestimento mas algumas regras de uso, por isso são tintas que precisam de mão de obra profissional para o melhor manuseio. Costumam funcionar bem com revestimentos mais longos e duram bastante, mas podem precisar de outros químicos para o manuseio.

Imagem de Amostra do You Tube

O Material a ser Usado em sua Pintura de Parede

O grande segredo de uma parede pintada de forma uniforme e inteligente é usar os itens certos. Isso envolve o uso de alguns acessórios básicos, a serem comprados em armazéns de construção, como:

Pincel – dependendo do tamanho, ele deve ser usado para pintar paredes como um todo como apenas cantinhos. Os mais largos e com cerdas mais espaçadas são ótimos para uma demão de tinta e uma tintura mais uniforme. Já os menores, com cerdas mais resistentes, devem ser usados para paredes de duas cores, listras e cantinhos de parede de duas cores ou em locais onde o teto muda de cor. São ótimos para pintar grades também. Use um removedor de tinta ao final para deixar o rolo como novo e usar mais algumas vezes.

Rolos de pintura -são mais usados para pinturas de uma única cor por serem mais práticos. Devem ser usados com cabos para chegar até o teto, eliminando em alguns casos o uso de uma escada. São baratos e, quando bem conservados, duram bastante. Use um removedor de tinta ao final para deixar o rolo como novo e usar mais algumas vezes.

Bandeja de pintura - esta deve ser usada para tirar o excesso de tinta dos rolos. Você molha no balde o rolo e depois passa na bandeja para tirar o excesso. Alguns pintores usam ainda a bandeja para colocar tinta e as texturas acima para tirar o excesso. Basta passar um pouco ou pressionar que o excesso vai embora.

Para ter textura na parede, você pode fazer a compra de um pince com rolo de textura. Simples de aplicar, ele já pode ser usado diretamente com a tinta e criar grafismos nas paredes. Pode-se usar outros materiais como desenpenadeira de cerâmica para criar desenhos, mas esta é a forma mais simples de fazer você mesmo sua parede com textura em casa.

Balde de mistura - é igual a um balde comum, mas vendido em armazéns de construção para você fazer a mistura com água de sua tinta ou outro solvente e ter mais tinta ou uma cor mais clara. A tinta de parede vem geralmente muito grossa, por isso diluir em água torna o trabalho mais simples e ao mesmo tempo mais prático, já que o rolo ou pincel vai desligar melhor na parede. Mas cuidado: tinta demais deixa a pintura aquosa, deixando a tinta molhada gotejando, causando manchas e não uniformidade.

Baldes de Tinta

Baldes de Tinta

Fitas dupla face - vendidas também em papelaria, estas fitas são usadas especificamente para dividir paredes em caso de uso em duas cores ou ainda para criar listras. Você deve medir especificamente usando uma trena antes de colocar as fitas para não ter linhas tortas e uma divisão desproporcional.

Dicas para Pintar Parede de Forma Uniforme

  • Para ter uma coloração uniforme e mais agradável, é uma boa pedida usar uma tinta mais grossa, sem muita adição de água. Pode ser mais econômico diluir, mas não é a melhor forma para ter um revestimento plano e bacana. Funciona bem em qualquer tipo de parede lisa.
  • Use cores claras se você tiver uma parede desigual ou texturas. Disfarçam melhor a falta de nivelamento.
  • Para quartos de crianças ou casa com animais, use tinta lavável, ótima para remover manchas mais facilmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>