Como Evitar Acidentes em Piscinas com Ralos

Quando o verão chega as crianças logo se animam para brincar nas piscinas, não é mesmo? Pode ser muito legal brincar na água, mas é muito importante que os pais fiquem atentos aos pequenos enquanto eles aproveitam esse mergulho já que muitos acidentes fatais ocorrem em piscinas.

Grande parte desses acidentes acontece porque as crianças ficam presas por cabelos ou membros nas bombas de sucção de água. O mais frustrante dessa história é que muitos desses acidentes podem ser evitados apenas instalando uma tampa nos ralos, algo que impeça que a pressão da sucção prenda as crianças.

Falta de Lei

Uma das grandes discussões no país é o fato de não haver uma lei que obrigue a instalação do ralo em piscinas. Em média um ralo desses custa R$ 50,00 e pode ser a diferença entre vida e morte. Outra medida pode ser desligar os motores de sucção das piscinas durante o período em que as pessoas estão nelas. Lembramos que adultos também podem sofrer acidentes fatais com piscinas sem tampa no ralo.

Quem tem piscina em casa deve providenciar essa tampa para o ralo em especial se tem crianças pequenas. Os clubes e parques aquáticos devem tomar medidas de segurança uma vez que são os responsáveis pelas pessoas que estão na água e pelo o que lhes acontecer.

Vistoria

As piscinas podem ter ralos de fundo ou laterais, ambos devem ter as tampas de proteção ou então ficarem com os motores desligados enquanto tem pessoas nela. Piscinas comunitárias devem sempre passar por avaliações e reformas quando se mostra necessário. Com as vidas das pessoas não se pode brincar e piscinas podem representar um grande perigo para crianças e adultos.

Afogamento

A questão é muito importante, pois saiba que o afogamento é a segunda maior causa de morte de crianças de 1 a 9 anos de idade. Para pessoas entre 10 e 19 anos essa é terceira principal causa de morte. Desses afogamentos de crianças de 1ª 9 anos, 53% acontecem em piscinas.

Dicas de Segurança

Fique de Olho

Ninguém vai cuidar dos seus filhos tão bem quanto você, nunca deixe as crianças sem supervisão em piscinas. Se você não pode ir pessoalmente não deixe de mandar um adulto junto com as crianças para que elas tenham sempre supervisão. Além de poder ter seu cabelo preso num ralo sem tampa existe a possibilidade de o pequeno dar um mergulho e não conseguir voltar a tona, enfim é necessário ter cuidado.

Cabelo Preso

Essa dica é mais especial para as meninas que geralmente tem o cabelo mais longo e jamais devem entrar na água com ele solto. Seria bom se as crianças pudessem usar toucas para entrar nas piscinas, meninas e meninos, de forma que não haja a menor chance de ficarem presas pelo cabelo. Ressaltamos, porém, que somente prender o cabelo da criança com um elástico não acaba com as chances dela ser sugada.

Tesoura Amiga

Se por acaso acontecer de uma pessoa ficar presa pelos cabelos ao ralo da piscina o melhor a ser feito é desligar a bomba de sucção além de cortar o cabelo de forma a soltá-la e levá-la a tona o mais rápido possível.

Ensine

Diga para as crianças que elas jamais devem ficar na frente do local em que a água sai, ou seja, os ralos, pois somente o fato de estarem paradas lá pode abrir precedente para um acidente.

Botão do Pânico

Uma sugestão de alguns especialistas é instalar nas piscinas que deve ser pressionado quando as pessoas acharem que ele está segando demais ou se alguém ficar preso. Esse botão deve parar a sucção da bomba.

Mais de Um Ralo

Uma boa solução também é instalar mais um ralo na piscina de forma que a pressão seja dividida entre eles. Um ralo deve estar a pelo menos um metro e meio do outro para que a criança não possa obstruir os dois ao mesmo tempo, com isso o outro ralo continua sugando a água e não forma pressão para prender mãos e pés.

Cuidados e Manutenção

Ralos da Piscina

Uma piscina tem dois ralos, um de saída e o outro de entrada da água, isso porque a água que fica na piscina precisa ser limpa e passar por uma filtragem. Para que essa limpeza aconteça é necessário que a água saia por um ralo e passe por um filtro, em seguida ela retorna pela tubulação.

Norma NBR 10.339

Quem deseja evitar todo e qualquer possível acidente pode consultar a norma NBR 10.339 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) que indica como instalar ralos e outros itens de forma a evitar acidentes.

Verificação

As piscinas das casas e condomínios também precisam passar por manutenções periódicas para ter certeza de que estão em perfeita segurança para quem vai utilizá-las.

Todo Cuidado…

Em alguns tipos de piscina não é necessário desligar os sistemas de sucção enquanto tem pessoas, mas se você tiver alguma dúvida quanto a segurança dos banhistas não deve hesitar.

Fuja dos Ralos

Para que a sua diversão não se transforme em tragédia jamais se aproxime dos ralos instalados das piscinas e nem mesmo tento obstruir a passagem da água deles. Não entre em piscinas que você observa que os drenos estão sem tampa ou sem aquela grade de acabamento.

Com Criança Não se Brinca

Nunca deixe crianças menores de 9 anos sozinhas em piscinas, os pais ou responsáveis devem ter 100% de atenção nos pequenos, a distância não deve ser maior do que um braço. Mesmo que seu filho saiba nadar não deixe-o sozinho, lembre-se que crianças menores de cinco anos devem usar coletes salva-vidas. Se na sua casa tem piscina cerque a mesma de maneira a restringir o acesso dos pequenos.

Tragédia Sem Volta

Todos os anos pais e mães sofrem o baque de saber que a vida dos seus filhos foram literalmente sugadas por ralos de piscinas. Além de tomar as medidas de segurança recomendadas acima é importante que todos, em exceção, lutem pela lei que obriga todas as piscinas a terem tampas de ralos. Um ralo custa em média R$ 50,00, nada se comparado com uma vida.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Área Externa

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *