Pavimentos e Revestimentos: Escolha O Que Mais Combina Com A Sua Casa

Preparamos algumas dicas de tipos de pavimentos e revestimentos que você pode usar na sua casa e deixá-la com a sua cara!

Pavimentos e Revestimentos: Escolha O Que Mais Combina Com A Sua Casa

Pavimentos e Revestimentos: Escolha O Que Mais Combina Com A Sua Casa

Estampas e texturas na cozinha (ladrilhos hidráulicos): Para quem curte uma decoração mais colorida e cheia de personalidade, o pavimento feito em ladrilhos hidráulicos é uma ótima opção. Se a cozinha for pequena, os desenhos geométricos serão perfeitos para criar a ideia de profundidade. Para completar, você pode dar um toque especial, revestindo as portas dos armários com papel de parede nas cores usadas no pavimento.

Estampas e texturas na cozinha (ladrilhos hidráulicos)

Estampas e texturas na cozinha (ladrilhos hidráulicos)

Sobre o ladrilho hidráulico: Esse tipo de piso foi muito usado nas décadas de 30 e 40, ficaram esquecidos, mas agora estão de volta. São muito delicados e produzidos de forma artesanal em forma de ferro, um a um, o que quer dizer um custo mais elevado do que o do piso feito em escala industrial. Normalmente, é feito sob encomenda e pode ser encontrado liso, decorado e antiderrapante.

Cores e pisos na copa e cozinha sem paredes (piso de porcelanato): Muitos decoradores estão apostando nos ambientes conjugados para ganhar mais espaço. É muito comum encontrar uma copa e cozinha juntas, que são separadas pelos revestimentos ou pavimentos e não pelas paredes. Um dos truques mais usados é colocar um pavimento na parte cozinha e outro na parte copa ou pintar uma parede com uma cor bem forte. O piso de porcelanato neste caso fica bem em qualquer um dos dois ambientes, ele pode ser branco na cozinha e de uma tonalidade mais forte na parte copa. Um bom tamanho seria o de 45×45 cm.

Imagem de Amostra do You Tube

Sobre o piso de porcelanato: Eles estão sendo super requisitados no momento, e uma das principais vantagens desse piso é a sua resistência contra manchas. Porém, fique atenta, porque existe mais de um tipo. Destacamos os dois principais:

  • Porcelanato técnico: A cor e a decoração desse tipo de porcelanato já é feita na massa porcelânica, na qual ele é produzido. Eles não recebem nenhum tipo de acabamento, como por exemplo, esmalte, o que significa que são muito mais resistentes que um piso comum. O porcelanato técnico pode ser encontrado na versão polido (com brilho) e não polido (sem brilho).
  • Porcelanato rústico: Ele perde para o porcelanato técnico em qualidade porque recebe uma camada de esmalte, o que diminui a sua resistência. O que não faz dele inferior as cerâmicas normais usadas na cozinha. O porcelanato rústico é mais indicado porque continua sendo mais resistente. Na hora de comprar fique de olho na classificação chamada PEI, que significa qual a resistência do porcelanato.

Criatividade e elegância no quarto com colagem (placas de papelão): Nem sempre para se ter um bom visual com um revestimento é preciso caprichar nos pavimentos. Pequenos detalhes podem fazer uma grande diferença, é só usar a imaginação. Ao invés de pintar a parede ou usar um revestimento diferente no quarto, você pode aplicar placas de papelão (na parede sobre a cama) e revesti-las com espuma e acabamento de camurça. Essa técnica é chamada pelos decoradores de colagem.

Sobre as placas de papelão: Você pode comprá-las em cooperativas que vendem material reciclado e ainda dá uma mãozinha para preservar o meio ambiente. A espuma e camurça é facilmente encontrada em lojas especializadas na venda de tecidos. Lojas como a Leroy Merlin também vendem as placas de papelão.

Pense na praticidade da sala para famílias com crianças (manta vinílica): A sala é um dos lugares da casa mais “frequentado”, seja pelas pessoas que moram nela ou para receber os amigos. E quando o núcleo familiar é composto com uma ou mais crianças, é preciso escolher um piso durável e que seja fácil de limpar. Neste caso, arquitetos apostam na manta vinílica colada sobre o contrapiso e paredes com cores mais escuras, como o cinza.

Sobre a manta vinílica: A medida mais fácil de ser encontrada do produto é de 1,80 de largura e 2,00 de espessura. A manta vinílica é vendida em rolos homogêneos e sob elas são aplicados feltros na fabricação, o que permite disfarçar qualquer imperfeição do piso já existente. São recomendadas para locais de grande “tráfego” na casa, porque são muito higiênicas e práticas para limpar.

A cozinha à vista pode resolver o problema de pequenos apartamentos, mas é preciso caprichar nos revestimentos (pastilhas de vidro): Quem está comprando apartamento novo atualmente ou alugando um apenas entregue, já deve ter percebido o quanto um 2 quartos diminuiu. O ambiente que vem mais sofrendo com essa economia de espaço é a cozinha. Em um apartamento de 90 metros quadrados de 2 quartos, a cozinha mais parece um corredor largo. Por isso, para dar uma sensação de amplidão, muitos arquitetos sugerem a cozinha e sala conjugadas. Para isso, é preciso caprichar na escolha de piso e revestimento de parede. Uma ideia super bacana é escolher um desenho bem legal e revestir a parede que fica atrás da bancada de trabalho (onde fica pia, fogão, etc) com pastilhas de vidro.

Sobre as pastilhas de vidro: Elas estão super em alta, são as queridinhas dos decoradores na Europa. E todo esse sucesso não é simplesmente pela beleza que elas concedem aos ambientes, banheiro e cozinha, onde são usadas, é também pela eficiência e qualidade. Veja algumas vantagens!

  • O primeiro ponto positivo das pastilhas de vidro é que o tempo não fará com que a cor e o brilho delas se alterem, como acontece com a cerâmica normal.
  • Elas são muito resistentes a vários produtos, como alcalinos e ácidos. E podem ser lavadas sem problemas com água e sabão.
  • Elas absorvem menos água que uma cerâmica comum, somente 0,05%. O que significa quase nada e representa uma resistência a manchas, uma vez que a absorção da água é uma das principais causas de manchas nas cerâmicas.
Imagem de Amostra do You Tube

Alguns pisos podem ser a solução para pessoas que querem mudar, mas não querem danificar o que já existe (placas de granilite): Pode ser usado em qualquer parte da casa e se trata de uma solução prática para não estragar o que já existe. Pode ser aplicado com argamassa colante e é perfeito para colocar em uma parede do ambiente que você queira destacar.

Sobre o granilite: É composto de grânulos de minerais, que podem ser misturados ou não. São eles: granito, quartzo, calcário e mármore. E mais, cimento branco ou comum, areia e água. Também pode ser colorido, usando o óxido de ferro. É muito resistente, mas requer cuidados especiais na limpeza. Você vai encontrá-lo em dois tipos:

  • Polido: Possui acabamento liso e sobre é aplicada uma camada de resina, que é diferente de acordo com a utilização, se for para paredes é um e para bancadas outro.
  • Fulgê: Possui a textura em relevo das pedrinhas e é também chamado de granilite lavado. Faz um efeito mais rústico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>