Imobiliária Aluguel

Um morro do Rio de Janeiro vive hoje uma nova realidade, 1 ano e 9 meses depois de instalada a primeira unidade da UPF – Unidade de Polícia Pacificadora no Morro Dona Marta, Botafogo, zona sul, 123 policiais atuam na ocupação da favela e por incrível que pareça, em clima de paz, sem tiros ou violência. E este clima de paz e tranqüilidade é um dos fatores que fez dobrar os valores dos aluguéis no local, tanto é que por ali só se vê um ritmo acelerado de reformas e ampliações. É comum ver os moradores carregando em suas costas embalagens contendo material de construção até tarde da noite.

Casas

Nova Realidade

Apesar de não haver intervenção de uma grande imobiliária, aluguel é a mais  nova fonte de renda para as pessoas que moram no morro. As casas simples que tinham laje estão sendo aumentadas com o dinheiro ganho por meio do aluguel. Quase não há vagas para quem quer morar no local e isto faz com que os preços aumentem, por exemplo, uma casa de apenas um cômodo que custava em torno de 200 reais mensais hoje é alugada por 400 reais mensais. Há até mesmo alguns turistas morando no Morro Dona Marta, segundo testemunho de policiais que integram o projeto UPP. Esta ocorrendo um verdadeiro boom imobiliário no local.

Imobiliária Aluguel

Insatisfação de Moradores

O que para alguns esta sendo visto como uma excelente oportunidade de crescimento para outros esta se transformando em um transtorno. Moradores reclamam que o custo de vida esta se tornando muito alto, pois hoje precisam pagar por serviços como, TV a cabo, água e luz, que anteriormente não eram cobrados por falta de infra-estrutura, postes, relógios, etc., quem vive com apenas um salário mínio esta tendo dificuldades para se manter e reivindica por taxas mais baratas para que possam continuar morando no morro.

Zona Leste

Governo

O governo esta ciente quanto à possibilidade de que os moradores se retirem dos locais onde foram instaladas as UPPs. A pacificação, os aluguéis e a regularização dos imóveis vêm causando muita preocupação, por ironia os moradores suportaram a violência, o trafico e muitas situações adversas, mas a chegada das UPPs esta representando um fator de risco a sua permanência. As favelas localizadas na zona sul estão sofrendo maior influência da especulação imobiliária, e por este motivo a situação esta mais grave, pois não existem mais espaços disponíveis para a construção de novos imóveis. Estão sendo discutidas e estudadas alternativas para resolver a situação, e uma das possibilidades é aumentar as UPPs, pois se elas estiverem presentes em todos os locais não há porque supervalorizar zonas específicas. É preciso encontrar um meio termo para que os moradores possam permanecer em seus locais de origem, ou para onde irão os moradores que não suportam o alto custo de vida?

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Imobiliária

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *