Bases de Telhados

A construção civil é uma das coisas mais antigas que o homem desenvolveu para se proteger, ela foi evoluindo com o tempo e é de extrema importância para a sobrevivência humana. Podendo ser um edifício, um aeroporto, estradas, barragens entre vários outros. Para que a construção ocorra é necessário um projeto elaborado antes de tudo, isso ocorre para que na hora da execução não haja nenhum problema. Em obras grandes que remetem a grande infraestrutura, os cálculos devem ser ainda mais precisos devido a segurança de muita gente que pode ser atingida, exemplos de construção assim são os túneis, pontes e viadutos.

Esses projetos constam detalhes de todo o processo, desde a fundação até o acabamento seguindo todas as normas e técnicas para serem aprovadas pelos profissionais da área. Muitos consideram as grandes obras como obras de arte, por apresentarem além de técnicas, muito design, capricho e perfeição.

Quando é necessário apena aumentar, modificar, arrumar alguma parte da construção como troca de piso e retocar a pintura chamamos de reforma. No Brasil esse termo é muito empregado, cada dia mais as pessoas buscam mais conforto e modernidade em suas casas, os empresários procuram trazer um local mais harmonioso para seus clientes e com isso sempre reformam.

Para construção de casas e edifícios é necessário pensar em como será o telhado detalhadamente, por ser uma das partes mais importantes da construção. Assim também como o restante da estrutura.

Telhado

Esse nome foi dado pelo povo para as coberturas feitas em casas e edifícios em geral. Apresenta diversas maneiras de ser construído, podendo ter planos de inclinação, ou então apenas uma laje e cúpulas.

Como já é obvio, o telhado existe para proteger a construção do meio exterior, principalmente da natureza (ventos, chuvas e neve), também traz segurança perante os assaltos e conforto para os que ali habitam.  Para que suporte todas essas adversidades precisa de uma estrutura firme e maneiras de escoar água, resistir a vento com sua disposição, etc.

Como já dito a cima, os telhados podem ser retos ou com planos inclinados, este último é mais empregado ultimamente. O mais antigo tipo de telhado já era usado em templos gregos, seu nome ficou conhecido como telhado de duas águas, e é o mais simples e mais utilizado até hoje. Para que ele seja implementado precisa-se de telhas, podendo ser de metal ou barro, depende do ambiente que vai ser colocada.

Inclinação é decidida através do clima encontrado na região. Quanto mais frio maior necessidade de inclinação, ela ajuda a suportar maiores quantidades de neves e desviar ventos fortes (ângulos maiores do que 60º).

Já em regiões mais quentes os telhados podem ser mais simples, no Brasil por exemplo, os índios usavam apenas palhas secas e sapê, com uma inclinação bem baixa não passando de 30º, que ajuda no escoamento da chuva. Nessas regiões, utilizar telhados muito inclinado seria apenas por beleza e estética.

Outra coisa que deve ser muito observada durante a escolha da inclinação é o vento do local, para ajudar a diminuir a umidade de dentro da construção.

Também existem telhados uma água que é a metade do telhado de duas águas, sendo ainda mais simples que o convencional por precisar muitas vezes apenas das estruturas da parede, sem acrescentar outras adicionais para sustentar.

Para ajudar o meio ambiente foi criado um tipo de telhado ecológico que utiliza garrafas PET para a construção do mesmo. Além de serem bons para natureza, também são bem mais baratos do que os outros, necessitando de um estrutura bem simples e instalação facilitada. Já existem telhado chamados de verde por utilizar vegetação em sua composição para absorver a umidade do local e diminuir os ruídos que vem do lado de fora.

Construção de um Telhado

Para a construção de um telhado é necessário estudar a melhor maneira de fazê-lo para que ele seja totalmente firme e suporte tudo que a natureza possa trazer. Um tipo de telhado muito utilizado no Brasil é o com base de madeira. Para isso a escolha das madeiras são uma etapa de grande importância, necessitando que seja as de maior qualidade possível. Caso necessite de uma sustentação mais bem feita é utilizado ferros e para uma base bem empregada é preciso de muitos pregos, ripas e caibros.

A parte de colocar a madeira deve ser feita com cuidado, firmando e bloqueando seu movimento para que sua função seja cumprida. Além da estética, o madeiramento sai bem mais em conta do que as estruturas feitas com metal. Só se torna mais viável o uso de metal quando a obra apresenta espaços maiores de quinze metros.

Para a construir o a parte da estrutura é preciso prender as tesouras e a montagem da trama, sendo as tesouras o componente de maior importância na sustentação e a trama é um conjunto de ripas, terças e caibros.

Para que isso aconteça é necessário uma corda ou guindaste para ir colocando as peças sobre a construção inicial. Primeiramente é colocado as tesouras e distribuída de forma uniforme pelo edificação.

Para prender as tesouras é necessário conectores em L que podem ser feitas com pregos e finca-pinos. Lembrando que a patê menor do conector deve ficar na madeira e a maior na laje.

A partir daí as outras partes de madeiras vão sendo presas para dar maior sustentação ainda, principalmente para juntar as tesouras. Após toda a armação pronta está na hora de colocar as ripas e os beirais. Com isso as telhas já podem ser colocadas.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Construção

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *