Arquitetura Medieval

O período medieval se caracterizou pela fusão das culturas romana e germânica, influenciada pela religião cristã. Neste período, o poder do cristianismo era muito grande e Deus era tido como o centro do Universo. A religião cristã, portanto, era quem financiava as construções de templos, catedrais, igrejas e mosteiros. Nestas construções, até meados do século XII, era mais forte o estilo românico de arquitetura, com estruturas e técnicas mais simples. Com o aperfeiçoamento de tais técnicas, foram surgindo outros estilos de arquitetura, como a Gótica, a partir do século XII.

Arquitetura Medieval

Arquitetura Medieval

Características da Arquitetura Medieval A principal característica desta arquitetura é a elaboração de elementos que enfatizam o poder divino e a impotência do ser humano, diante dele. Todas as construções eram feitas pela igreja, em conjunto com a população. Nesta época, a figura do arquiteto, como profissional da sociedade, não existia. O poder do Papa comandava a elaboração e a construção das obras, mas não transmitia o conhecimento ao povo. Até o período do estilo Gótico (em que os artistas começaram a preparar o Renascimento) pode-se dizer que a arquitetura é Medieval.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Projetos

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *