Como Reformar o Assento De Uma Cadeira

É sempre bom recuperar o velho e deixá-lo novinho em folha e muitas vezes não precisamos da ajuda de um profissional para dar essa renovada em um objeto ou móvel. Basta uma boa dose de criatividade e seguir algumas dicas e pronto. Por exemplo, para reformar o assento de uma cadeira. Você pode fazer isso de uma forma simples e melhor consideravelmente o visual da cadeira ou das cadeiras.

O único porém, é que precisa ser de uma cadeira que tenha o assento removível, em outros casos, não será possível. Confira a seguir o passo a passo de como renovar o assento de uma cadeira. Para fazer isso, será necessário fazer a troca do tecido do assento e pronto, as cadeiras da sala de jantar ficarão como novos. A mesma ideia pode ser usada para recuperar assentos de cadeiras  individuais como tecidos diferentes e incrementar a decoração, que pode ser da cozinha, da sala, do quarto e até mesmo no quarto das crianças.

A Seguir, o Passo a Passo:

  • O primeiro passo para reformar o assento de uma cadeira, e como foi dito anteriormente, somente aquelas que tem o assento removível, é retirando o mesmo. Você irá precisar de uma ferramente para desparafusá-lo. Feito isso, é hora de passar para o segundo passo.

    Como Reformar o Assento De Uma Cadeira

    Como Reformar o Assento De Uma Cadeira

  • Agora que o assento está separado do resto da cadeira dá para começar a trabalhar e fazer a reforma, então, para começar, retire o velho tecido da cadeira. Porém, caso você não queira, dá para pular essa parte, porque é claro que se perde um pouco de tempo para retirar o tecido existente. Porém, se ele não está com cheiro ruim, se o estofamento está em perfeito estado e se ele não possui manchas que apareceriam com outro tecido por cima, pode deixá-lo. Em um dos três casos citados, retire-o. Se for preciso fazer a recuperação do estofamento, com certeza você perderá mais tempo e terá que seguir passos extras. Neste caso, a espuma deve ser retirada e substituída antes de começar a troca do revestimento.

    Agora que o assento está separado do resto da cadeira

    Agora que o assento está separado do resto da cadeira

  • Se tudo estiver bem e for só o caso de trocar o tecido, retire as medidas do assento da cadeira, altura e comprimento. Atenção para o caso de assentos arredondados, eles tem uma dimensão embaixo diferente da de cima, tire a medida da parte maior de cada um dos lados. Feito isso, some as medidas do assento, a altura 3 vezes na medida da largura e o mesmo no comprimento, essa será a quantidade de tecido que será usada para fazer o revestimento.
  • Com a medida nas mãos já dá para comprar o tecido, faça isso levando em consideração a qualidade, lembre-se que se trata de um assento de cadeira e para não rasgar logo ou ficar desgastado é necessário comprar um de boa qualidade. Prefira materiais como jeans, brim ou qualquer outro que tenha esse tipo de textura mais firme. Se for uma cadeira mais de decoração ou se você pretende colocar também uma capa, neste caso, o material pode ser um pouco inferior. Até porque quanto mais forte for o tecido mais difícil será de trabalhar com ele, mas por outro lado é melhor do que ter que trocá-lo em pouco tempo de uso.
  • Será necessário trabalhar a reforma do assento da cadeira usando uma mesa grande como apoio. Apoie o tecido do avesso sobre ela, e em seguida, coloque o assento da cadeira virado para baixo sobre ele. Atenção para deixar a estampa do tecido, quando for o caso, bem alinhada. No caso das listras, a atenção tem que ser redobrada.
  • Com a ajuda de uma boa tesoura corte em volta do tecido deixando uma parte fora do assento que seja suficiente para ser dobrada para dentro, geralmente, essa medida é de 2 a 3 vezes da medida da altura do assento.
  • Você vai precisar de um grampeador grande para fazer essa fase, porque deverá virar a parte que sobrou do pano para dentro da cadeira e com a ajuda do grampeador, prender as bordas. Faça isso de forma que o tecido fique bem esticado e não faça um amontoado de grampos. Procure fazer um trabalho limpo e organizado.
  • Terminado de um lado, pegue o grampeador e trabalhe o lado oposto do assento. Faça isso puxando bem a primeira fila de grampos para que não fique nenhuma dobra e não esqueça, para ficar bem feito, use o grampeador com os primeiros grampos de dentro para fora. Se tiver um pequeno amontoado de tecido, porque é normal quando dobra, coloque o pano fazendo uma pequena dobra embaixo do assento sempre e vá prendendo. Caso fique feio ou o grampo fique no lugar errado, como por exemplo, sem prender nenhum tecido, retire-os e faça tudo novamente de onde errou e parou.
  • Depois de fazer o lado oposto, dê continuidade ao trabalho, fazendo as laterais, sempre uma de cada vez.  Para finalizá-las, será necessário puxar o tecido em direção a parte central do assento e depois colocar um lado para baixo, fazendo uma dobra de modo que ela fique ao “longo da diagonal”. Faça a mesma dobra do lado oposto e depois é só grampear.
  • É hora de fazer o acabamento e será necessário usar um martelo para bater os grampos que não ficaram bem fixos no assento e uma tesoura para recortar as sobras do tecido que ficaram na parte de baixo da cadeira. Faça esse corte seguindo uma linha reta para ter um trabalho limpo e bem acabado.
  • Para ter certeza que o seu trabalho vai durar por muito tempo, use um produto chamado selador. Ele protegerá o assento da sua cadeira apenas reformada. Faça a aplicação do mesmo fora da casa e siga com atenção as instruções de uso do fabricante na embalagem. O selador deverá secar e para isso, depois de aplicado, a sua cadeira deverá ficar em um lugar longe da chuva e dos raios de sol.
  • Depois de seco selador é hora de colocar o assento de volta no lugar, pegue a cadeira e com a ajuda de uma ferramenta, recoloque-o. Parafuse bem para não soltar.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Reforma

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *