Plantas para Jardim Externo

Quem tem jardim externo em casa sabe que é ótimo ter esse espaço para aproveitar os melhores momentos em família. Um lugar em que você sente aquele cheirinho de terra molhada, onde pode andar sem sapatos pela grama ou então observar as crianças se divertindo com as plantas e flores.

Apesar de ser ótimo ter um jardim externo em casa não é tão fácil cuidar desse espaço. Para quem está começando nessa tarefa de criar um jardim externo em casa vamos dar algumas dicas para dar início e também para escolher as plantas. Pronto para colocar as mãos a obra no seu jardim?

Detalhes

A criação de um jardim externo exige a observação de alguns detalhes importantes como, por exemplo, saber se o local em que você irá montá-lo terá sombra ou sol. Isso faz toda a diferença na hora de escolher as espécies que você irá cultivar. Também é necessário observar se na vizinhança tem prédios muito altos ou muros elevados que tornem mais difícil a entrada da luz do sol. Se possível crie um projeto de jardim externo junto com um profissional paisagista.

Imagem de Amostra do You Tube

Tipo de Solo

Observar qual é o tipo de solo é essencial para começar a escolher as plantas que farão parte do seu jardim externo. A primeira coisa a fazer é verificar se o solo é daquele tipo que fica encharcado quando chove, se existe dificuldade em fazer a drenagem do mesmo ou ainda se nesse solo a água escoa com facilidade de maneira a ficar seco.

A escolha das plantas que você irá ter no seu jardim externo dependerá do tipo de solo. Algumas espécies gostam de umidade e já outras não se dão bem com essa característica. Se uma planta é cultivada num ambiente com o qual não se adapta pode acabar morrendo por estar numa área encharcada ou então ficar dependente de regas permanentes em locais secos.

Conhecendo Algumas Plantas Para Jardim Externo

Como já explicamos acima é importante levar em conta o ambiente que esse jardim nos oferece. Por exemplo, se o seu jardim tem pouca luminosidade a dica é investir numa planta como Pacova que se adapta bem a esse tipo de ambiente. Outras opções de plantas que ficam muito bem nos jardins são a Bromélia com variedades como Latania e Licuala, se parecem com palmeiras mais baixas cuja folhagem lembra a forma de um leque.

No caso de quem tem um jardim ensolarado tem acesso a uma grande variedade de plantas como palmeiras, fênix, romã, limoeiro, jabuticabeira entre outras. Plantas tropicais como a Alpínia (com um florescer intenso), Liconais e outras são boas escolhas.

Imagem de Amostra do You Tube

Plantas Para Locais de Sol Pleno

Rosário – Senecio rowleyanus

Conhecida popularmente como Colar-de-Pérolas essa planta tem ciclo de vida perene e a luminosidade de que precisa é a luz difusa, meia sombra ou sol pleno. Uma planta bastante curiosa cuja origem é a África (das regiões mais desérticas). As suas folhas se parecem bastante com ervilhas.

Uma planta que é ótima para ser cultivada em vasos e jardineiras em especial em cestas suspensas. Os longos ramos do Rosário deixam a vista toda a sua beleza, uma planta rústica e que tem manutenção bastante simples. Precisa de adubações bimestrais e podas quando a folhagem está se renovando. Cultive essa planta sob sol pleno, porém, com proteção nas horas em que o sol esteja mais intenso.

Trapoeraba-roxa – Tradescantia pallida purpurea

Chamada popularmente de Coração-Roxo essa planta se caracteriza por fazer parte da categoria de folhagens e forrações que devem ser cultivados a sol pleno. Os climas mais adequados são o equatorial, subequatorial e tropical. A sua origem é a América do Norte, mais especificamente o México.

Deve ser cultivada a meia sombra ou no sol pleno e seu ciclo de vida é perene. O grande diferencial dessa planta é a sua cor e o seu volume. Os seus caules e folhas são roxos, as suas pequenas flores são rosas. Uma planta bastante rústica que é perfeita para quem deseja deixar o jardim com mais cores. O cultivo deve ser feito em solo que seja fértil e úmido composto de terra vegetal e terra de jardim.

Plantas Para Locais Semi-Sombreados

Antúrio – Anthurium andraeanum

Uma planta que faz parte da categoria de flores perenes e forrações a meia sombra. Os climas mais adequados para essa planta são o equatorial, subtropical e tropical. Tem sua origem na América do Sul especialmente na Colômbia. Com ciclo de vida perene precisa de luz difusa e meia sombra.

Essa planta é bastante usada no paisagismo e atualmente é muito usada para compor maciços e bordaduras em jardins externos. Pode ser usado como um toque especial nos cantinhos menos iluminados. Vale destacar ainda que o Antúrio passou por melhoramentos genéticos que permitiram a criação de plantas de portes diferentes e flores de cores como rosa, vermelho, salmão, verde, chocolate e branca.

Uma planta que é bastante exigente no que diz respeito a umidade, seu cultivo deve ser feito a meia-sombra. Os substratos devem ser ricos em matéria orgânica como a fibra de coco misturada com terra vegetal. Regue com frequência e adube de maneira adequada para que floresça com saúde. Contudo, se trata de uma planta rústica que não exige manutenção em excesso.

Rabo-de-gato – Acalypha reptans

Faz parte da categoria de flores perenes e forrações que devem ser cultivadas a meia sombra. Com origem na Ásia essa planta se adapta bem aos climas equatorial, subtropical e tropical. O seu ciclo de vida é perene e pode ser cultivado a meia sombra ou a sol pleno.

Essa planta é do tipo herbácea e florífera e se destaca por ter inflorescências vermelhas com uma textura de pelúcia. O nome popular, Rabo-de-Gato, se deve ao fato de ser alongada. Tem folhas denteadas e abundantes que formam uma folhagem bastante densa e rabaixada.

Cuidados com as Plantas de Jardim Externo

A partir do momento que você decide ter um belo jardim externo deve estar preparado para não economizar. Ter um jardineiro para te ajudar nesses cuidados é interessante em especial se você não é especialista em cuidados florais.

A conservação deve ser feita mensalmente no caso de o jardim não ser um espaço tão grande. Dentre os cuidados que se mostram necessários com um jardim estão fazer a poda das folhagens, regar com cuidado para evitar excesso de água, adubar sempre e manter o controle de pragas bem feito.

Posts Relacionados

Aproveite e confira as nossas dicas de como criar um espaço com plantas em casa e deixe o ambiente com mais vida. Conheça as espécies de plantas que ajudam na segurança da casa e saiba como usá-las. Conheça vários tipos de plantas que protegem e harmonizam sua casa, contribuindo com o bem estar da sua família e também com a decoração.


Categoria(s) do artigo:
Paisagismo

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • boa tarde, comprei uma muda de exacum e não sei se posso plantar no jardim
    como posso cuidar dela. se tiver alguma dica me fale.

    obrigada.

    dalva barros 20 de fevereiro de 2011 17:34
  • Pode sim, coloque um pouco de esterco de vaca, e aguar de tres em tres dias, plantar em lugar que bata puco sol

    João Carlos Ramos 17 de novembro de 2011 22:22

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *