Guarda Roupa – Medidas Internas

Quem vê hoje em todas as casas um guarda-roupa em cada quarto, um para cada pessoa, ou então um closet para comportar roupas, acessórios e sapatos, não imagina como as pessoas viviam sem eles antes do período feudal ( entre o século XIV e XVI). Mostrando como algo tão simples no nosso cotidiano é tão importante para organização da nossa casa.

História do Guarda-roupa

O Guarda-roupa ou roupeiro como era chamado antigamente, do jeito que conhecemos é muito mais antigo do que aparenta ser. Mas inicialmente era apenas um tipo de armário que servia para guardar não só roupas, mas também armas e utensílios em geral.  Foi apenas na época medieval, aproximadamente no século XVI que os armários começaram a ser confeccionados com maior design para ocuparem o espaço de Guarda-roupa.

Como qualquer outro móvel em uma casa, o guarda-roupa passou por modificações, desde um closet a um armário deslizante. A princípio somente os nobres tinham riquezas para possuírem guarda-roupas, pois somente eles tinham espaço em seus grandes castelos e necessitavam de um lugar para guardar os vários vestidos longos ( que os diferenciavam dos plebeus), roupas de festas, etc.

No começo, eram apenas closets com armários instalados na própria parede. Sendo usado também como um quarto, não só para armazenar, mas também para que os nobres pudessem se arrumar nas diversas ocasiões do dia-a-dia, por isso nesses closets se encontravam joias, e outros acessórios para cabelo e para a própria fabricação das vestimentas.

Com o tempo os modelos foram evoluindo juntamente com a tecnologia que era desenvolvida na época, acrescentando a eles prateleiras, espaços de suspensão, etc. Com a revolução industrial no século XVII, tudo começa a tomar um novo ar de moderno, e com o guarda-roupa não foi diferente.

A partir dessa época, na Grã- Bretanha, ele começa a ser feito sob medida para a pessoa que o deseja, a partir de carvalhos maciços trazidas da América, que quando chegavam na Europa eram toda trabalhada para ser transformada em um belo guarda-roupa.

No século seguinte, foram testadas novas madeiras que fariam aumentar o tempo de duração do roupeiro, aguentar mais peso, e que fosse possível um melhor entalhamento, dando modernidade ao móvel cada vez mais. Assim o carvalho foi trocado pela noz.

Os guarda-roupas de casal foram diminuídos, suas medidas foram alteradas para ‘oito pequenos homens’ para se acomodar em um casa de uma família popular.

Já no século XIX, o móvel começou a tomar a forma que conhecemos hoje. Com gavetas, prateleiras, espaços para pendurar roupa e portas mais largas. Como já não se tinha mais closet em todas as residências, as pessoas já se arrumavam no próprio quarto, fazendo com que houvesse a necessidade de se embutir o espelho no próprio guarda-roupa.

Novamente houve uma mudança de madeiras utilizadas, passando a ser fabricadas com mogno e outras madeiras que davam várias possibilidades aos clientes. E assim com o aumento de produção nas fábricas em geral no século XX, o guarda-roupa se tornou totalmente popular a todas as classes da sociedade.

Claro que ainda existem modelos altamente caros, embutidos, com designs arrojados e feitos sob medida e de total escolha da pessoa, desde a escolha da madeira até o acabamento do Guarda-roupa.

Medidas No Quarto

Ao pensar em comprar um Guarda-roupa, primeiramente temos que ter as medidas do quarto em mãos, já com a cama, criado mudo e outros móveis de escolha da pessoa, antes de tudo verificar não somente se o móvel irá caber no recinto, mas também se terá espaço para abrir sua postas caso ele não seja de correr, também deve se lembrar do espaço para transitar dentro do ambiente sem que ocorra esbarrões.

É interessante ser deixado entre 70 cm a 100 cm para haver o conforto ao andar e ainda mais se precisar abrir a porta. Como atualmente muitas pessoas moram em pequenos apartamentos onde não é possível abusar de espaço livre, o mais agradável seria um guarda-roupa com porta de correr, ou ainda se for  uma pessoa organizada, já existem guarda-roupas totalmente abertos.

Quando for preciso estude possibilidades de moveis que são multiuso, aproveitando as paredes e todas as medidas possíveis. Por isso a melhor opção é mandar fazer um guarda-roupa sob medida, e atenda suas necessidades e cabe além do seu orçamento também no seu quarto.

Ainda existem as pessoas que possuem um closet e pode investir em várias prateleiras, cabides em tamanhos avantajados, podendo assim otimizar o espaço para todos os seus desejos.

Medidas internas

Sapateira

Para Guarda-roupas que utilizam prateleira, o bom seria de 35 cm de profundidade, para gavetas de sapato o interessante seria dobrar essa medida para conseguir colocar o sapato um na frente do outro. Lembrando sempre que com portas de correr a profundidade pode ser menor.

Na questão da altura é interessante lembrar que se for prateleira deve-se caber não só os sapatos, mas também as mãos para pegá-los. Mas em caso de gavetas a altura pode ser menor ainda, por precisar abri-la para pegar.

Cabideiro

A altura do cabideiro deve levar em consideração que ele precisa acomodar casacos e vestidos que podem precisar de mais espaço. Por isso deve ser feito sob medida da pessoa. O desejável é que se deixe de cima embaixo do guarda-roupa em uma porta, somente para o cabideiro, entre 1,30m a 1,50m.

Caso for menor é possível colocar alguma prateleira ou gavetas. Se for apenas para camisas e ternos pode se deixar entre 1,05 m e 1,10m, e para calças dobradas, saias e blusas pode ser menor ainda, entre 85 cm a 90 cm.

O ideal para a profundidade seria um pouco maior que um cabide, pode variar entre 55cm para portas de abrir até 70 cm para portas de correr. A medida da porta deve ser verificada antes da compra, se for de correr sem nenhum problema, porém se for de abrir, o interessante é ser menos do que o espaço parar transitar para não bater em criados, camas, etc.

Gavetas

Existem as gavetas simples e as com divisórias, normalmente a sua profundidade é de 50cm. Mas para roupas íntimas as divisórias podem ser menores, de 15x15cm ou 10x10cm. A altura boa seria para conseguir empilhar uma em cima da outra que poderia ser de uns 30 cm.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Móveis

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *