Quando o Aluguel Vale a Pena

Quase todo mundo já ouviu aquela frase “o aluguel é um dinheiro que não dá nenhum retorno”. Se pensarmos bem realmente quando pagamos aluguel não estamos investindo em nada, porém, existem algumas situações em que pagar aluguel pode ser sim uma boa escolha.

Enquanto a vida ainda não está definida talvez não valha a pena entrar numa dívida de 15 ou 20 anos para pagar um financiamento de um imóvel próprio ou mesmo quando se tem dinheiro investido que poderá daqui a alguns anos se tornar o pagamento à vista d um imóvel. A seguir vamos explicar quando o aluguel vale a pena, quem sabe esse é o seu caso.

Faça as Contas

Para muitas pessoas o aluguel é visto com um vilão que impede a compra da casa própria. Entretanto existem duas situações em que se mostra vantajoso, uma quando a pessoa tem o dinheiro para comprar o imóvel e efetua o pagamento de até 0,5% do valor do mesmo ou quando a família ainda não está estabilizada.

Quando for sentar para fazer essas contas a dica é não incluir o valor do condomínio nessa conta já que se trata de uma despesa que é fixa. Para que fique mais claro explicamos abaixo em detalhes quando é interessante pagar aluguel e quando não é bom morar no sistema de locação.

Pagando o Aluguel com Rendimento

Basicamente a ideia é aplicar o seu dinheiro e pagar o aluguel com o rendimento do capital. Numa situação em que o valor do aluguel não ultrapassa 0,5% do valor total do imóvel que você deseja comprar e existe o capital para tal passa a compensar. Podemos exemplificar da seguinte forma imagine que o imóvel dos seus sonhos custa em torno de R$ 100 mil e você já tem esse dinheiro.

O aluguel vale a pena se não passar de R$ 500,00 (0,5% do total). O dinheiro que você tem deve ser colocado na poupança ou em outra aplicação que ofereça rentabilidade igual ou maior que 0,5% por mês. Fazendo isso o seu aluguel será pago com os juros que a sua conta rende.

Além disso, quando bem investido o dinheiro rende mais e você pode ir poupando, assim terá mais dinheiro sobrando. Com esse dinheiro aplicado, no futuro, será possível investir na compra de um imóvel ainda melhor ou comprar aquele de R$ 100 mil e ter uma poupança para a vida.

Valorização dos Imóveis

Atualmente, observamos um fenômeno em que a valorização dos imóveis está diminuindo e dessa forma, observando a curto e médio prazo, alugar um imóvel pode ser uma opção mais vantajosa. Nesse ponto retornamos ao que indicamos acima que pode ser mais válido pagar aluguel e deixar o dinheiro de compra no banco rendendo.

Será bem difícil que alguém alugue um imóvel por um valor maior do que o valor de rendimento da poupança. Dessa forma é interessante deixar o dinheiro no banco rendendo e pagar o aluguel com o rendimento que esse dinheiro investido oferece.

Contudo…

Uma pesquisa demonstrou que apenas 1% das pessoas que vivem de aluguel o fazem por desejo próprio. Devemos lembrar que comprar um imóvel próprio não tem ligação apenas com questões financeiras, mas também com questões como sensação de segurança e estabilidade além de liberdade.

Vida Indefinida

As pessoas são movidas por sonhos, alguns desejam crescer na carreira e outros desejam formar uma família com filhos. Independente de qual for o seu sonho pode ser arriscado comprar um imóvel antes de definir as suas metas e pensar no que fará no seu futuro.

No caso de quem quer ter uma família pode ter problemas com um apartamento que pode ficar pequeno de uma hora para outra. Já quem deseja crescer na carreira pode ter que acabar se mudando de cidade ou estado. Sendo assim investir numa compra que levará bons anos para ser completamente paga pode não ser um bom investimento uma vez que pode ser necessário se desfazer dela antes do seu fim.

Os especialistas indicam que as pessoas tenham uma vida mais estabilizada antes de comprar a sua casa. A ideia é simples, ao invés de entrar num financiamento de décadas você pode poupar o dinheiro. Quando sua vida estiver melhor resolvida você poderá comprar o seu imóvel à vista.

Quando o Aluguel não Compensa

Dependendo da sua renda de ser bom investir numa casa própria ao invés de pagar aluguel. Nos exemplos anteriores destacamos que eram válidos desde que houvesse o dinheiro guardado para comprar uma casa. Entretanto quem não tem essa renda disponível deve buscar por alternativas que ajudem a comprar o seu imóvel já que o fato de pagar aluguel em nada contribuirá para o seu futuro.

Por exemplo, as famílias que tem renda entre R$ 1.600,00 e R$ 5.000,00 podem procurar o auxílio de programas do governo para comprar a casa própria. Quem ainda não tem condições de comprar uma casa própria a dica é gastar até 20% da sua renda no aluguel, outros 10% devem ser postos numa aplicação. Esse valor guardado na aplicação pode se tornar no futuro o valor da entrada para a casa própria.

Imóvel = Investimento

Quando se pretende comprar um imóvel como um investimento também é válido deixar o aluguel de lado. Algumas pessoas compram um imóvel por um valor X e com o tempo vão reformando e modificando o mesmo de forma que ele se torne mais valorizado. Tudo depende dos seus planos de futuro, pois o imóvel tem que estar alinhado com a sua vida.

Permanente ou Mutável

Podemos dizer que a diferença entre comprar um imóvel ou viver de aluguel está em definir uma meta de se fixar em algum lugar ou estar pronto para se mudar e alterar a sua vida. Quando se tem um imóvel financiado por décadas fica mais difícil simplesmente sair de um lugar para outro em busca de mudar de vida ou realizar um sonho.

Pense em quanto a sua vida está definida nesse momento antes de realmente ir em busca de comprar um imóvel para chamar de seu.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Imóveis

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *