Garantia Para Financiamento de Imóvel

A maioria das pessoas precisa recorrer ao financiamento para realizar o sonho da casa própria. Como tudo que é feito pela primeira vez é normal que existam algumas dúvidas, para saná-las, com dicas de especialistas, montamos um questionário, veja a seguir:

1- Como é Feito o Financiamento de um Imóvel?

É possível conseguir comprar um imóvel novo ou usado fazendo o financiamento do pagamento do valor total. Todos os bancos estão habilitados para fazer essa operação. Eles irão pagar o valor contratado para o proprietário do imóvel e o comprador deverá financiar esse valor com a agência bancária escolhida. O comprador fica devendo ao banco e não ao dono do imóvel.

Enquanto a dívida com o banco não for quitada, o novo dono do imóvel não pode fazer nenhuma transação de venda.

2- Quais as Condições de Financiamento Oferecidas Pelos Bancos?

Todos os bancos oferecem financiamento, porém, com as condições de pagamento diferenciadas. Normalmente, as principais diferenças são em relação aos juros cobrados sobre o valor do empréstimo, a quantidade de parcelas e o valor que será financiado. Vale ressaltar que nenhum banco financia 100% do valor do imóvel.

Quem está interessado em pegar um financiamento para comprar um imóvel deve verificar as taxas e condições em alguns bancos, antes de fechar com uma agência.

3- Quais documentos são Exigidos Para o Financiamento de Imóvel?

Na primeira pesquisa, o banco pedirá o RG e CPF de quem está querendo o empréstimo e no caso de se tratar de um casal, de ambos. E ainda: comprovante de estado civil e comprovante de renda. Sempre dos dois no caso de um casal.

As pessoas que trabalham por conta própria podem usar como comprovante de renda a declaração do Imposto de Renda ou se tiver, um contrato que comprove que presta serviços para determinados clientes.

Vale ressaltar que a comprovação da renda é determinante para que o banco avalie o quanto poderá ser concedido de empréstimo e como ficarão as prestações. O valor de cada uma delas não pode superar os 30% da renda familiar bruta.

Além da avaliação da renda, os interessados não podem ter o nome registrado nem no SPC e nem no Serasa.

Feita essa avaliação, a primeira fase estará completa, mas não será suficiente para o dinheiro ficar disponível. O banco fará a avaliação do imóvel.

4- O que é Avaliação do Imóvel?

Passada a primeira fase e com documentação inicial aceita, o banco mandará um arquiteto ou engenheiro avaliar o imóvel que você pretende comprar. Essa etapa serve para que o banco confirme ou não que o valor pedido pelo vendedor está dentro dos parâmetros.

Quando o relatório do arquiteto ou engenheiro é positivo, o financiamento entra na terceira fase, quando o banco redige o contrato. Em seguida, vendedor e comprador são chamados para assinarem o contrato.

Depois de assinado, o contrato só passa a ser válido, quando é registrado em cartório. Feito isso, o banco libera o pagamento para o vendedor e as prestações do financiamento para o comprador começam a serem cobradas.

5- Quais os Tipos de Financiamento de Imóvel Disponíveis?

Não importa se o imóvel é novo ou usado os financiamentos podem ser feitos usando o FGTS ou também pelo SBPE, Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo. A última opção, para imóveis novos, é fazer a compra direto com a construtora.

    1. Financiamento com o FGTS:Para usar o dinheiro do FGTS tem que verificar uma tabela que está sempre sendo atualizada do valor máximo do imóvel que pode ser adquirido. Além disso, a permissão é para um grupo de pessoas que tem um valor máximo de renda familiar e tem a vantagem de ter uma taxa de juros mais baixa.
    2. Financiamento através do SBPE:Não existe um limite de renda, porém, as taxas de juros podem superar os 12% anual. Para que elas não subam tanto é necessário fazer o financiamento usando o limite do SFH.
    3. Financiamento através das Construtoras:É o tipo de financiamento que permite maior flexibilidade na negociação. Não existe valores pré-determinados para renda, taxas, juros e valores financiados. Porém, os compradores correm maiores riscos. Isso porque a construtora pode ter financiado a construção com um banco e ele fica hipotecado. Caso a empresa venha a falir, o banco é o dono do imóvel e automaticamente quem comprou perde o imóvel.É muito importante que ao quitar o apartamento, o proprietário exija que a construtora tire o imóvel da hipoteca. Isso se faz com uma certidão chamada de ônus reais, que a construtora pega no cartório e repassa para o proprietário, novo dono do imóvel.Outro risco dessa modalidade é que a construtora não consiga terminar a obra.

O que acontece quando o comprador não consegue pagar as parcelas da dívida do imóvel para o banco?

O banco depois da falta de pagamento e os devidos alertas, entrará com uma ação na justiça pedindo o imóvel para leilão. O valor que é arrecadado é usado para pagar a dívida do comprador com o banco e todos os custos judiciais. O que sobra da venda do imóvel no leilão é devolvido para o comprador.

Antes disso, o comprador também é penalizado com as multas de atraso, que são mensais e podem superar 2%.

Quando se trata de um imóvel usado, além dos documentos que foram citados no item acima, são exigidos outros comprovantes do vendedor. É a documentação que garante que o proprietário está com tudo em dia e o comprador não corre o risco de ter a negociação paralisada ou cancelada por problemas do vendedor. São eles:

  • Certidão conjunta negativa de débitos relativos a tributos federais e dívida ativa da União
  • Certidão conjunta positiva com efeito de negativa de débitos relativos a tributos federais e dívida ativa da União
  • O vendedor não pode estar com o nome no registro do Serasa ou SPC
  • Certidão negativa de processo na Justiça do Trabalho

Você pode obter mais informações sobre financiamento de imóveis pela Caixa Econômica Federal ligando para o número: 0800-7260101 – ligação gratuita e atendimento de segunda a sexta, de 7 da manhã às 20h. Não funciona nos fins de semana e nem nos feriados.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Imóveis

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *