É Melhor Financiar Ou Comprar à Vista Um Imóvel

Os juros não Brasil já foram muito mais altos, o que não quer dizer que agora chegaram num patamar favorável para quem vai fazer financiamento. Eles ainda pesam muito no orçamento e por isso, na hora de comprar um imóvel é comum a dúvida se vale mais a pena poupar para pagar à vista ou financiar.

A ideia do financiamento sempre assusta, uma vez que você pensa que poderá acabar pagando o dobro por conta das altas taxas de juro. Porém, vale a pena levar alguns fatores em conta antes de decidir pelo financiamento do imóvel ou o pagamento à vista.

Segundo os economistas, se a avaliação for estritamente financeira, pagar à vista é sempre melhor do que pagar os juros do financiamento. E é fácil entender porque, na poupança você tem um pequeno rendimento, isto é, ganha, enquanto no financiamento, você perde, pagando juros. Por outro lado, como estamos falando de um bem que tem um valor muito, falta economia para aquistá-lo pode demorar muitos anos. Por isso, os especialistas em finanças aconselham a fazer um equilíbrio entre financiamento e parte em dinheiro à vista que foi poupado.

Por outro lado, quando pensamos em financiamento percebemos que os juros por mais que eles tenham diminuído, ainda são muito altos e que no final, o imóvel custará praticamente o dobro do valor real. Veja um exemplo de um financiamento de 210 mil reais para pagamento em 30 anos!

  • A primeira prestação seria de R$ 2.206,74.
  • Os juros da primeira prestação seria R$ 1.623,40.
  • Amortização da primeira prestação: R$ 583,33.
  • Os juros pagos em 30 anos serão de: R$ 302.259,79.
  • A amortização que será paga quando completar 30 anos será: R$ 210.000,00.
  • No final os 210 mil custarão 512 mil.

Veja as Vantagens de Optar Pelo Financiamento!

Segundo os economistas, existe sim, vantagens em usar o financiamento, considerados por alguns deles como “uma ama poderosa”. Por exemplo, quem paga aluguel, pagará as parcelas do imóvel com o que paga por mês no imóvel em que vive. Porém, se a compra é de um apartamento na planta, passa a ser um valor a mais, deverá somar prestação mais aluguel e ficará difícil poupar para pagar à vista.

Como pode ser difícil juntar dinheiro para comprar um imóvel à vista, pode se levar anos, vale a pena tentar se organizar para fazer um financiamento ou então, terá que esperar os 50 e 60 anos de idade para compra.

Outro ponto positivo destacado pelos economistas na escolha do financiamento para comprar um imóvel é a possibilidade de “travar” o valor de mercado. Se você está economizando para comprar à vista, pode sofrer com os reajustes ao longo do período, já no caso do financiamento, as altas não poderão influenciar o imóvel já comprado.

O FGTS também é um ponto positivo para o financiamento de um imóvel, que poderá ser usado para fazê-lo, o que não acontece no caso da compra a vista. Neste caso, o dinheiro pode servir para abater o valor total e diminuir o que será necessário paga nas parcelas.

E por último, o financiamento é uma vantagem para quem não consegue poupar e nunca conseguiria juntar o dinheiro suficiente para o pagamento à vista.

Se Optar Pelo Pagamento à Vista é Necessário Saber Poupar

A grande desvantagem e que desvantagem do financiamento são os altos juros, e tem mais, na hora de fazê-lo, as instituições exigem pelo menos 10% do valor de entrada e normalmente, o valor financiado é somente de 80%.

Então, mesmo que o pagamento não seja feito em 100% à vista, uma parte você deverá ter economizado para pagar a entrada. Depois tem a questão da renda que poderá ser comprometida para fazer o pagamento das parcelas, que não poderá superar 30% da sua renda.

Os economistas dizem que a sua meta de economia pode ser 30% do valor total do imóvel. Então, para poupar bem, comece estabelecendo quanto você deverá economizar.

Qual a Melhor Opção

Qual a Melhor Opção

Detalhes importantes são esquecidos por quem está poupando para comprar a casa própria, como por exemplo, o ITBI, imposto pago para transferir o imóvel de propriedade. No caso de imóveis novos, outras taxas podem somar até 20% do valor total do imóvel e no caso de apartamentos usados, não esqueça da possível necessidade de reforma.

Então, faça um orçamento levando em consideração toda e qualquer despesa. Porém, são cálculos que não devem ser misturados. Você não pode dar entrada na casa própria usando todas as suas economias e ficando sem nenhum dinheiro guardado. Os economistas aconselham a separar o dinheiro para emergências e também para as despesas.

Como a inflação não para e o preço dos imóveis só sobe, os economistas aconselham a investir as economias, como por exemplo, em aplicações indexadas à inflação. Os juros pagos por elas é superior as taxas da inflação. Porém, são aplicações que não devem ser vendidas antes do prazo concordado porque o rendimento será bem mais baixo.

Como outras opções para investir no dinheiro economizado para a compra a vista de um imóvel, os economistas aconselham, a aplicação em renda fixa pré-fixada ou em fundos imobiliários. Porém, as ações não são opções que devem ser levadas em consideração.

Comprar ou Financiar

Comprar ou Financiar

Isso porque esse tipo de investimento está diretamente ligado ao desempenho tanto do mercado imobiliário quanto a inflação. E claro, independente do tipo de aplicação que você escolheu é aconselhável seguir de perto a evolução, os rendimentos e como vai o andamento do preço do imóvel que você está pensando em comprar. O investimento do seu dinheiro para a compra a vista da casa não deve ficar parado, os economistas aconselham a ficar de olho e ir fazendo mudanças que julgar necessário para não perder dinheiro.

Seja financiamento ou compra à vista economizando para comprar o imóvel dos sonhos, o primeiro passo é o planejamento, siga o conselho dos economistas e acima de tudo não deixe de calcular todos os valores extras que a compra lhe trará.

No caso do financiamento, consulte mais de um banco e procure fechar com aquele que realmente oferece mais vantagens para o seu financiamento.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Imóveis

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *