Tipos de Porcelanato

O Que é Porcelanato?

Trata-se de um tipo de revestimento cerâmico que tem sido bastante utilizado para conferir elegância para os diferentes ambientes da casa. Esse revestimento oferece diversas vantagens para quem o escolhe para a sua casa. Uma das principais características do porcelanato diz respeito a sua forma de produção.

O revestimento pode ser usado interna e externamente na sua casa. Como existem diferentes modelos desse produto alguns são mais indicados para a áreas que tem maior tráfego de pessoas e outros são melhores para áreas com menos tráfego como residências e escritórios.

Modelos Diferenciados

É possível ainda encontrar modelos diferenciados de porcelanatos sendo que alguns possuem espessuras normais e outros tem uma espessura extrafina. Dentre as principais características que os porcelanatos possuem estão resistência, elegância e cor uniforme. Outro atrativo que os porcelanatos possuem é o de poderem ser instalados com facilidade e sem nenhum transtorno. A instalação desse revestimento não acarreta em entulhos na sua casa.

Tipos de Porcelanatos

  • Porcelanato Acetinado – Um tipo de piso frio, fosco e que torna o processo de limpeza mais simples. Tem maior resistência do que o porcelanato polido, um revestimento que não mancha e não fica riscado com facilidade. Indicado para banheiros, salões de festa, garagens entre outros.
  • Porcelanato Rústico – Um tipo de revestimento que pode deixar o ambiente mais refinado, fica bem em ambientes internos e externos. Como esse tipo de revestimento tem propriedades antiderrapantes é ideal para áreas que fiquem próximas a deck, piscinas, jardins e outros ambientes que façam algum tipo de integração com a natureza.
  • Porcelanato Polido – Um tipo de porcelanato que oferece mais sofisticação para os ambientes, ele tem textura lisa e polida. Depois de a massa estar pronta é acrescentada uma camada protetora. Por essas características tem um brilho diferenciado que pode ser usado em diferentes tipos de ambientes como salas, dormitórios, cozinhas entre outros. Como se trata de um revestimento extremamente liso é melhor usá-lo em ambientes secos para evitar acidentes. O brilho desse tipo de revestimento dura mais tempo devido a aplicação de tecnologias modernas que evitam o surgimento de manchas.
  • Porcelanato Esmaltado – O nome desse tipo de porcelanato se deve ao fato de que ele recebe uma camada de esmalte sobre a massa que tem o desenho desejado. Pode ser usado tanto em superfícies lisas como ásperas. Pode ter brilho ou ser mate. Além disso, esse tipo de porcelanato possui o PEI que é a resistência do esmalte que serve somente para esta tipologia. Quanto mais elevado é o PEI mais resistência tem o esmalte do porcelanato. Observe que quanto mais brilhante for o piso mais escorregadio ele será.
  • Porcelanato Struturato – Trata-se de um revestimento que possui a superfície levemente abrasiva e dessa forma é mais indicado para áreas como sauna, box de banheiro, decks entre outros.
  • Porcelanato Natural – Um revestimento pouco escorregadio e que possui uma boa resistência. Ele pode ser usado nas áreas residenciais e comerciais. Tem uma superfície mate e por isso vai bem em ambientes mais aconchegantes.
  • Porcelanato Lapado – O principal diferencial desse tipo de revestimento é reproduzir o brilho de pedras naturais.
  • Porcelanato EXT – Um tipo de revestimento que tem uma superfície abrasiva e que por isso pode ser usado em áreas externas que fiquem em contato com água.

Porcelanato Retificado e Não Retificado – Qual é a Diferença?

A principal diferença que existe entre esses dois tipos de porcelanato é o acabamento das bordas. Basicamente o piso retificado é aquele reto e os modelos não retificados tem bordas que em geral são arredondadas (podem ser chamadas de bold). O revestimento retificado tem a peça o e rejunte no mesmo nível e o acabamento uniformizado. Os modelos não retificados tem o rejunto num nível um pouco mais baixo em relação a peça.

Dicas Para Escolher Porcelanato

Tamanho do Porcelanato

Quando você está pensando na decoração da sua casa e pretende usar porcelanato deve definir o tamanho do mesmo. Essa definição se refletirá diretamente na amplitude do espaço bem como na quantidade de peças que irão ser instaladas.

Com Brilho ou Sem Brilho?

Basicamente os porcelanatos esmaltados tem brilho e os não esmaltados não tem brilho. Vale a pena considerar que uma das principais características do porcelanato com esmalte na superfície é ter baixa absorção de água e uma boa resistência mecânica.

Verifique o PEI

Como já explicamos acima o PEI é a resistência ao desgaste da superfície esmaltada. Cada tipo de uso que será feito tem um PEI mais indicado. Pergunte sobre o PEI ao fabricante da peça. O PEI 0 tem resistência desconsiderada e em geral é usado em paredes. Já o PEI 1 tem resistência baixa e seu uso acontece quase sempre em locais de pouco acesso como despensas.

O PEI 2 tem uma resistência baixa e pode ser usado em lugares que tenham um fluxo médio. Com o PEI 3 o porcelanato possui resistência média alta e pode ser usado em cômodos gerais da casa como os dormitórios, por exemplo. O PEI 4 oferece resistência alta e pode ser usado em ambientes como a cozinha. Já o PEI 5 tem resistência altíssima e tem um uso mais comum em áreas públicas como shoppings e aeroportos.

Manchas no Porcelanato

Para as pessoas que tem maior preocupação com a questão do visual de limpeza do piso a dica é preferir por porcelanatos que tenham desenhos de manchinhas. Em geral os porcelanatos que tem uma linguagem de linha cimentícia são bem vistos no que diz respeito a limpeza.

Mão-de-Obra

Para que o seu porcelanato seja bem aplicado é importante contar com mão-de-obra qualificada para realizar o trabalho.

Argamassa

Outro quesito importante é contar com uma argamassa de qualidade e que seja específica para colocação de porcelanato.

Quantidade

Saiba que toda obra precisa de algum tipo de manutenção e dessa forma indicamos que você compre de 10% a 20% mais da quantidade de produtos para ter no seu estoque. Vale dizer que normalmente tem diferença entre um lote e outro mesmo que seja o mesmo modelo de piso.

Rejunte

Possui papel crucial em juntar as peças e preencher os espaços vazios das juntas de dilatação que existem entre os porcelanatos. Pode ainda proteger as quinas das peças de maneira a evitar que aconteça a quebra. Sendo assim a dica é usar o rejunte recomendado pelo fabricante e que tenha a tonalidade próxima a tonalidade do piso.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Construção

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *