Maiores Construtoras do Brasil

Todos nós sabemos que o setor de construção civil no Brasil está passando por um excelente período, em uma ótima escalada de crescimento. E como acontece todos os anos, a empresa de consultoria de dados do setor da construção, a ITC realizou uma pesquisa para saber quais foram construtoras que mais se destacaram no ano de 2013. E mais uma vez, a MRV foi escolhida como a maior construtora do Brasil. Foi o terceiro ano consecutivo que a empresa fica no topo da lista. Veja a seguir quais são as 20 maiores construtoras do Brasil! A pesquisa que selecionou as empresas levou em consideração as 100 maiores seja do segmento residencial, como comercial e industrial.

  • MRV (primeira colocada): a construtora ficou no topo porque só no último ano realizou 401 obras, num total de área construída de  7.459.690,66 metros quadrados.
  • Cyrela (segunda colocada): em 2012 a Cyrela ocupava o quinto lugar e deu um salto para ocupar a segunda posição em 2013, deixando para trás a Gafisa, ex-dona do posto. No total, foram 136 obras realizadas no espaço de 4.545 milhões de metros quadrados.
  • Direcional (terceira colocada): em 2013, a construtora realizou um total de 69 obras até mais do que algumas das suas concorrentes, porém, a área construída foi menor do que as demais, foram 4.263 metros quadrados construídos.
  • Gafisa (quarta colocada): a construtora não só perdeu o segundo lugar para Cyrela, como não conseguiu o terceiro e acabou descendo para o quarto em 2013. No total foram 102 obras, número consideravelmente inferior, as 177 do ano de 2012. A Gafisa atualmente, no total, tem uma área de 3.866 milhões de metros quadrados.
  • Brookfield (quinta colocada):  construtora também apresentou número de construções em 2013 inferior aos de 2012. Por isso, acabou perdendo o terceiro lugar do ano precedente e assumindo a quinta posição. No total, foram 94 obras, em 2012, esse número era de 111. No total, a área construída foi de 3 milhões de metros quadrados.
  • Tecnisa (sexta colocada): para uma construtora que não ficou nem entre as 10 em 2012, a colocação de sexto lugar é bem significativa. Foram no total 2.995 milhões de metros quadrados de área construída, num total de 65 obras. 
  • Casa Alta (sétima colocada): a construtora atua somente no interior paulista e no Paraná e mesmo assim, concorrendo com outras que atuam em todo o Brasil, conseguiu ficar em sétimo lugar. Na verdade, a Casa Alta construtora fez um grande salto de 2012 para 2013. Passou do 18º para o 7º posto. As obras que em 2012 foram no total de 65, passaram para 87 em 2013. O total da área construía foi de  2,842 milhões de metros quadrados.
  • Even (oitava colocada): foram em 2013 101 obras construídas ocupando uma área total de 2,7 milhões de metros quadrados. Porém, o que não foi suficiente para mantê-la no posto do ano anterior, o quinto, descendo 3 posições de um ano para o outro.
  • Capital Rossi (nona colocada): a área de atuação dessa construtora é o estado do Amazonas e ela apareceu na lista da consultoria em 2013 pela primeira vez já ficando entre as 10 maiores construtoras do Brasil. Nesse ano foram feitas 97 obras ocupando uma área total de 2.145 milhões de metros quadrados. 
  • Grupo Via (décima colocada): a construtora subiu 7 posições de 2012 para 2013, passou do décimo sétimo para o décimo lugar. Foram no total 36 obras ocupando área total de 1.862 milhões de metros quadrados de construção.

Depois das 10 Maiores Construtoras do Brasil, Confira as que Ocuparam do Décimo Primeiro ao Vigésimo Posto:

  1. Toledo Ferrari fez 22 obras em 2013 e não mudou de posto em relação a 2012. No total as construções ocuparam 1.850 milhões de metros quadrados.
  2. Bueno Netto fez 36 obras em 2013 o que a faz subir uma posição em relação a 2013. As obras de 2013 ocuparam área total de 1.615 milhão de metros quadrados, entre imóveis residenciais e comerciais. 
  3. HF Engenharia fez 25 obras em 2013 num total de 1.584 milhão de metros quadrados de área construída. Além de imóveis residenciais, a construtora com sede em Goiás, também faz obras do setor industrial.
  4. Moura Dubeux fez 67 obras em 2013 numa área de 1.519 milhão de metros quadrados. Todas as construções foram feitas no Nordeste. Os estados de atuação da construtora são: Alagoas, Bahia, Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba.
  5. Plaenge fez 129 obras em 2013 ocupando uma área total de 1,4 milhão de metros quadrados.
  6. EMCCamp fez 39 obras em 2012 em uma área total de 1,4 milhão de metros quadrados. Além de atuar em Minas Gerais, a construtora tem obras nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro para pessoas de renda mais baixa.
  7. Wtorre fez 16 obras em 2013 num total de 1.284 milhões de metros quadrados. Em 2012, ela ocupada o sétimo lugar e perdeu várias posições de um ano para o outro. 
  8. Sertenge fez 27 obras em 2013 numa área total de 1.237 milhões de metros quadrados. A maior parte das construções são realizadas onde a construtora tem a sede, Salvador.
  9. Grupo Thá fez 47 obras em 2013 ocupando uma área total de 1.184 milhões de metros quadrados, o que fez que ala ocupasse a mesma possível em relação a 2012. A construtora tem sede no Paraná e as obras da empresa são feitas dentro do estado onde a mesma possui a sede. A maior parte das construções são residenciais, mas algumas, poucas, são para fins comerciais.
  10. Eztec fez 46 obras em 2013 ocupando uma área total de 1.175 milhões de metros quadrados. É a primeira vez que a construtora consegue ficar entre as 20 maiores empresas do setor no Brasil. A Eztec é uma construtora de São Paulo e as obras da mesma se concentram no estado onde também tem a sede. A construtora dedica-se a obras residenciais e também comerciais, já para indústria não faz parte da linha de serviços.

Para quem está em busca de imóvel para comprar, seja residencial ou comercial, mas que se trata de um apartamento ou escritório na planta, é muito importante ficar de olho no nome das construtoras. Mas, não leve só consideração o fato de ela fazer parte das maiores do Brasil ou ter construído muito no ano anterior. Um fator fundamental é saber o quanto de reclamações são feitas contras as construtoras e principalmente, quais são os motivos que levaram os consumidores a fazer tal queixa.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Construção

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *