Como Projetar a Própria Casa

Um dos maiores sonhos de todas as pessoas é poder ter a casa própria, sair do aluguel, ter um quarto para cada filho, espaço para os cachorros e as crianças correrem felizes e poder brincar sem preocupação. Além de poder ter uma área de lazer particular, que não precisará dividir com nenhum vizinho. Em muitos casos, esse lindo sonho pode se tornar realidade e por isso projetar a casa, acaba se tornando uma obrigação, afinal ela tem que ficar do jeito que você sempre sonhou.

Projetos

Projetos

O primeiro pensamento que temos quando falamos de projetar a casa dos sonhos é no dinheiro pra comprar o terreno, caso não o tenha, e para a construção propriamente dita. Sim, uma simples construção requer um bom dinheiro que deverá ser investido. Não fique pensando que será um gasto, lembre-se é um investimento, alto para muitas pessoas, mas é investimento.

Mas mesmo que você ainda não tenha todo o dinheiro para investir na sua casa dos sonhos, que tal começar a projetar a sua casa?

Começando pelo Começo

Parece bobagem, mas você deve começar pensando em como quer, quantas pessoas irão morar na casa, quantos quartos terá, quantos banheiros. Se a cozinha será pequena ou grande, se terá uma copa acoplada a sala de jantar. Ainda falando da sala de jantar, deverá pensar se ela será grande para reunir toda a família ou se ela será uma extensão da sala de estar.

Como pode ver, você deve começar pensando e se organizando. E não é apenas se organizando financeiramente, deve-se observar tudo o que se deseja para a casa perfeita, fazer uma conta base de quantas pessoas habitarão na casa, de quantos quartos irá precisar, dos banheiros, das salas e assim por diante.

Depois de tudo isso resolvido, coloque no papel. Isso mesmo, faça um esboço, não precisa ser nada perfeito, somente algo em que você possa se basear mais futuramente.

Próximo Passo

Procure um profissional, nesse caso um arquiteto, pode até ser um arquiteto amigo seu, mas ele poderá lhe dar um norte na sua decisão. Será ele quem lhe ajudará a abrir os olhos sobre tudo o que você irá precisar, desde dinheiro, local e espaço, material de construção, mão de obra e tempo.

Todos os itens citados acima são de extrema importância e precisam ser bem pensados, desde o momento de querer construir, passando pelo projeto, até o momento da contratação do pessoal que irá levantar, literalmente, a casa. Porém antes de pensar em construir, pense num projeto.

Antes de qualquer coisa, se você não for arquiteto ou engenheiro civil, você não pode assinar o projeto, você pode sim dar as ideias, dizer o que quer e como quer, mas um projeto com todos os cálculos, que deve ser apresentado à Prefeitura de sua cidade, para ser aprovada a construção, esse projeto só pode ser feito e assinado por um profissional.

[mggallery id=9365]

A Planta Baixa de sua Casa

Depois dessa escolha, leve até o profissional escolhido a sua ideia. Apresente-a e verifique se ela é viável, lembra o esboço feito anteriormente? É isso que você começará apresentando, o profissional irá dizer se aquela sua ideia é possível e fazer as possíveis e necessárias correções do seu esboço.

Caso queira levar até o seu arquiteto um projeto um pouco mais rebuscado, este site promete fazer milagres:

http://www.floorplanner.com/

Apesar de ter o nome é inglês, suas especificações são em português, mas é necessário fazer um cadastro a parte ruim é que você só pode fazer 1 (um) projeto de graça, se quiser fazer mais terá que pagar. Portanto, faça bom uso do seu projeto gratuito.

No entanto, não é necessário você levar um projeto assim para o arquiteto/engenheiro, é de responsabilidade dele apresentar a planta baixa ideal e um projeto em 3D, lembrando que esses projetos são todos contabilizados ao pagamento do profissional.

Acompanhe todas as Etapas

Pode parecer cansativo, mas é de suma importância que você acompanhe todas as etapas da construção de sua casa. Não pense que o arquiteto com apenas o seu esboço, terá um trabalho reduzido e por isso você pagará menos ou terá algum desconto.

Para entender um pouco do processo de “criação” de um arquiteto, você deve ficar ciente que ele primeiro fará um estudo do terreno, verá do que o terreno precisará, desde terraplanagem até se há necessidade de nivela, limpar e/ou melhorar algo.

A Planta

A Planta

Caberá ainda ao arquiteto fazer um estudo dos ventos e da insolação, em outras palavras, ele saberá de onde se vem mais ventos, para que sua casa fique ventilada e não sofra com a ação do sol. Falando do sol, deverá haver um estudo da incidência solar, ou seja, de onde vêm os raios solares, onde tem mais sol, onde pega menos sol.

Esse estudo é necessário para que os quartos fiquem do lado do sol logo pela manhã, e não peguem o sol mais forte durante o dia, deixando assim os cômodos muito quentes à noite, na hora de ir dormir. Da mesma forma como se dá preferência para que a cozinha e as áreas molhadas, como banheiros e área de serviço, fiquem posicionadas de forma a pegarem o máximo de sol possível, para que a umidade não se alastre pelos ambientes.

Finalizando o Projeto de sua Casa

Depois de todos os estudos e que seu arquiteto fez a planta baixa, foi aprovado por você, começa a fase da construção.

Porém, antes de construir deve-se ir à prefeitura de sua cidade, entrar em contato com o CREA para que sua obra não seja considerada ilegal. Portanto, separe um dinheiro para as taxas cobradas também!

Agora que você já sabe por onde começar, não tenha medo de construir seu sonho, é difícil, custa o  preço do tamanho dele e dá sim trabalho, não só para o pedreiro, para o projetista, mas para você também! É de suma importância que você acompanhe de perto e que delegue funções, em muitos casos não se consegue dar conta de tudo sozinho, por isso fique de olho, fiscalize e delegue, não se esqueça que quem manda em tudo é você.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Construção

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *