Dicas Para Tornar a Convivência De Pets Em Condomínios Mais Tranquila

No texto de hoje abordaremos um assunto que diz respeito a muitas pessoas: a vida dos animais de estimação em apartamentos. Sabemos que muita gente torce o nariz só de pensar em ter que dividir o espaço no elevador com um animal de estimação, seja ele gato, cachorro ou qualquer outro, mas essa convivência é inevitável, especialmente se levarmos em consideração os dias atuais.

A questão principal é que muitos donos de animais transferem seu amor, carinho e atenção para seus bichos de estimação, e ficam bastante tristes quando veem que seus amados são rejeitados por outros condôminos. No entanto, a máxima é que por mais que os donos amem seu bichinho, não da pra esperar que todas as demais pessoas compartilhem do mesmo sentimento.

O fato é que de acordo com a lei permite, os animais podem ficar em apartamentos, mesmo apesar do que possa constar nas regras de cada condomínio. Entretanto, o dono tem que seguir algumas normas básicas e, por isso, é importante que conheça seus direitos e deveres, evitando possíveis conflitos.

Dicas Para Tornar a Convivência De Pets Em Condomínios Mais Tranquila

Dicas Para Tornar a Convivência De Pets Em Condomínios Mais Tranquila

Animais Em Condomínio: o Que a Lei Diz?

Inúmeros condomínios proíbem a entrada de animais, mas este tipo de proibição é totalmente. Segundo a Constituição Federal há o direito de se manter animais domésticos em apartamento, mas desde que os demais moradores sejam respeitados.

Animais Em Condomínio: o Que a Lei Diz?

Animais Em Condomínio: o Que a Lei Diz?

Então, Para Que o Seu Querido Companheiro Não Incomode Ninguém No Prédio, Eis Aqui Algumas Dicas Importantes:

  • Para usar o elevador de serviço e as áreas comuns, deixe que a guia fique bem curta, para evitar que o pet se aproxime das pessoas ou até mesmo as assuste.
  • O passeio no jardim do prédio é recomendável, desde que o animal não estrague as plantas nem cave buracos nos canteiros.
  • É proibido sujar as áreas comuns, então, durante os passeios, recolha os cocos e limpe os xixis que o animal deixe por lá. Alguns prédios também obrigam a carregar o animal, mas essa exigência não é legal, pois nem todos os donos aguentar ficar com seus animais no colo, especialmente os idosos e as crianças.
  • Uivos e latidos e uivos vez ou outra são bem comuns, mas se o cão bota a boca no mundo sempre que acontece algo, como tocar a campinha ou o dono sair de casa, os vizinhos têm todo o direito de achar ruim e reclamar.
  • Para não incomodar os moradores do apartamento de baixo, mantenha sempre as unhas do cachorro aparadas ou coloque tapetes e carpetes para abafar o som.
  • E quando as visitas trazem o cachorro, por certo é ilegal impedir a entrada de outro cão ou gato dentro do edifício ou no apartamento. Porém, é recomendável alertar aos amigos de que as regras para os bichos ”moradores” são as mesmas para os “visitantes”.

Quando Os Moradores Se Incomodam Com o Cão

Se você segue todas as regras já citadas, seu animal não incomoda ninguém, mas ainda assim estão fazendo pressão para que você o tire do apartamento. Nestes casos pode ser requerida uma liminar no juizado especial civil ou em qualquer outra vara cível, para ter assegurada a guarda do animal.

As Raças De Cães Mais Recomendadas Para Viver Em Apartamento

Todos os problemas ou soluções começam pela escolha da raça do cão, afinal é bastante complicado ter um labrador num apartamento pequeno, pois o dono e o cachorro passariam por momentos de dificuldade.

Qualidades Mais Apreciadas Nos Animais Que Precisam Viver Em Um Apartamento:

  • baixo nível de ansiedade quando devem ficar sozinhos;
  • tendência pouca a latir desnecessariamente;
  • maior nível de independência;
  • necessidade de atividade diária menor ou, que possa ser satisfeita com períodos regulares e curto de exercícios.

Buscando Essas Características, As Raças Mais Adaptáveis São:

  • Maltês
  • Bichon Frisé Pug
  • Buldogue Frances
  • Boston Terrier
  • West Terrier

Rottweiler, pode até parecer estranha essa sugestão, mas o grandão costuma ficar quietinho o dia todo se for levado para passear ao menos umas três vezes por dia

Golden Retriever

Os Cães Menos Recomendados, No Entanto São:

  • Beagle
  • Cocker Spaniel
  • Labrador
  • Pastor Alemão
  • Dachshund
  • Pinshere
  • Border Collie

Para saber mais sobre as determinadas diferenças entre essas e muitas outras raças visite o site www.lordcao.com.br, nele você pode tirar suas dúvidas sobre comportamento canino.

Gatos

Os gatos são uma excelente opção para quem mora em apartamento, pois ficam muito quando deixados sozinhos, se adaptam com facilidade a pequenos espaços e não têm a necessidade de passear na rua para fazerem suas necessidades.

Por isso, se você mora em apartamento e está pensando em adotar um gatinho, é mais que obrigatório colocar telas de proteção na janela, mesmo que você more no primeiro andar, pois isso irá evitar que o gato caia por acidente ou vá parar no apartamento vizinho.

Cuidados Básicos Com Os Animais

Defina sempre horários regulares para a alimentação de seu cachorro, e, depois que ele terminar, jogue fora tudo o que restou, depois lave e seque a vasilha. Para os gatos, deixe ração seca à vontade e, quanto à água, ela deve ser trocada diariamente, e sua vasilha deve estar sempre muito limpa.

Os cuidados de higiene são muito importantes, especialmente o banho semanal, assim como o corte de unhas, a limpeza dos ouvidos e dentes e até a tosa para os animais que precisam. Tudo isso sem esquecer a visita ao veterinário, para que haja o controle rigoroso da caderneta de vacinas e tudo o mais.

Lembre-se que os bichos de estimação que ficam presos no apartamento precisam de diversão, por isso, os brinquedos são o melhor para entretê-los, ajudando-os a passar horas até que o dono retorne e brinque com ele. Encontramos no mercado de pets alguns produtos que fazem a alegria da cachorrada e até dos donos. São brinquedos “inteligentes”, que são capazes de prender a atenção do cão, pois podem guardar gostosuras em seu interior, e, além disso, possuem movimentos inesperados e instigantes para provocar o instinto de caça presente no animal.

Seguindo as regras aqui descritas é perfeitamente possível ter um animal em apartamento, isso tudo sem incomodar os demais e deixar de ser feliz com seu amigo e companheiro.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Condomínio

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *